“Precisamos de choque de gestão nos aeroportos”, afirma Gustavo do Vale

Para o presidente da Infraero, só o estabelecimento de metas e a cobrança por resultados vão resolver os nós dos aeroportos brasileiros

São Paulo - Funcionário de carreira do Banco Central, o mineiro Gustavo do Vale, de 60 anos, estava preparando sua aposentadoria quando foi chamado pela presidente Dilma Rousseff para comandar a Infraero, estatal que administra os aeroportos. Em entrevista, Vale explicou como pretende evitar o caos no setor.   

1) EXAME - Quais são os aeroportos em situação mais crítica? 

Gustavo do Vale - O pior é o de Guarulhos, onde a demanda cresce assustadoramente. A capacidade anual é de 24,9 milhões de passageiros; e a demanda, de 28,8 milhões. Se nada for feito, há risco de colapso. Mas vamos reverter essa situação. 

2) EXAME - Como? 

Gustavo do Vale - Acabamos de inaugurar um módulo extra com capacidade para atender 1 milhão de passageiros por ano. Em dezembro, inauguramos um novo terminal a poucos metros do prédio central que atenderá 5,5 milhões.

A partir daí, a situação fica um pouco mais confortável até julho de 2012, quando teremos mais uma ampliação. É bom lembrar que, a partir de fevereiro, Guarulhos deverá estar nas mãos de uma empresa privada. Mais adiante, teremos o terminal 3, de fundamental importância. 

3) EXAME - E o aeroporto de Brasília?

Gustavo do Vale - Também causa preocupação. Há a demanda da própria cidade mais a de outras regiões que usam Brasília como conexão. Por isso, vamos aumentar a área de embarque, que ocupará todo o segundo andar, no qual existem lojas.

Quando o aeroporto passar para um grupo privado, em 2012, o projeto de ampliação propriamente dito deverá começar. Fora esses, os outros dois problemas são Vitória e Goiânia, onde as obras foram interrompidas.

4) EXAME - Os aeroportos das cidades-sede estarão prontos para a Copa do Mundo?

Gustavo do Vale - No caso dos aeroportos, é bom lembrar que o grande salto da demanda já está aí. A necessidade de aumentar a infraestrutura é imediata. Isso sem falar que o papa Bento 16 anunciou um encontro de jovens no Rio de Janeiro em 2013. A expectativa é que cerca de 2,5 milhões de pessoas atendam ao chamado — três vezes o número de visitantes da Copa.

5) EXAME - O Galeão vai dar conta do recado? 

Gustavo do Vale - O Galeão não é problema para a Copa e a Olimpíada. Opera abaixo de sua capacidade e é um dos melhores em termos de pista e pátio. Mas o terminal 1 é velho e precisa de remodelagem. O terminal 2, em construção, deve ser finalizado em 2012. Temos apenas de aumentar o estacionamento. 

6) EXAME - Como será o leilão de concessão dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília em dezembro?

Gustavo do Vale - Os vencedores serão aqueles que apresentarem os valores mais altos pela concessão, não a tarifa mais baixa. O dinheiro será transferido para um fundo que ficará à disposição da Infraero para cuidar de aeroportos deficitários que o país tem interesse que permaneçam em operação.

7) EXAME - Como melhorar a gestão da Infraero?

Gustavo do Vale - Precisamos de um choque de gestão. Todos os envolvidos — das companhias aéreas aos órgãos de fiscalização — precisam de metas. Hoje estamos na fase de medir o desempenho em áreas como o tempo gasto no check-in e na recuperação de malas.

Mas até o final de 2011 vamos estipular metas e fazer um acordo com as empresas e órgãos públicos. A estimativa é que podemos aumentar a capacidade dos aeroportos em 30% só com o ganho de produtividade.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.