Neymar é alvo de pedido de prisão na Espanha; entenda

Jogador é alvo de acusações de corrupção em sua transferência para o Barcelona em 2013
Neymar nega as acusações, mas perdeu um recurso na Suprema Corte espanhola em 2017 (Etsuo Hara/Getty Images)
Neymar nega as acusações, mas perdeu um recurso na Suprema Corte espanhola em 2017 (Etsuo Hara/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 29/07/2022 às 17:13.

Última atualização em 29/07/2022 às 17:22.

Procurador espanhol pediu uma pena de dois anos de prisão para o atacante Neymar, nesta sexta-feira, 29. O jogador é acusado de apropriação indevida em sua transferência para o Barcelona ocorrida em 2013. 

Um documento judicial foi divulgado alegando algumas informações a respeito da transferência. Nele mostra que o Barcelona iniciou as negociações com Neymar em 2011, pagando-lhe € 40 milhões (R$ 212 milhões) para garantir sua transferência quando seu contrato com o Santos expirasse em 2014.

A DIS, que detinha parte dos direitos da transferência, afirma que recebeu menos dinheiro do que tinha direito na época que o jogador se transferiu. Além de Neymar, o procurador também pediu cinco anos de prisão para o então presidente do Barcelona, Sandro Rosell, acusado de corrupção e fraude. e uma multa de € 8,4 milhões (o equivalente a R$ 44,5 milhões) para o clube espanhol. 

A previsão para o caso ir a julgamento é em 17 de Outubro. O Santos e a empresa da família do jogador, N&N, também serão julgados. As acusações são "pelo crime de corrupção em negócios", bem como uma proibição de três anos na realização de negócios e uma multa de € 10 milhões (R$ 53 milhões). 

Neymar nega as acusações, mas perdeu um recurso na Suprema Corte espanhola em 2017, abrindo caminho para um julgamento. Rosell também negou anteriormente qualquer irregularidade. Seus representantes não responderam a pedidos de comentários.

Veja também: 

55 anos da EXAME: De Anitta a Buffett, confira 5 personalidades que já estiveram em nossas capas

Lista de atletas mais bem pagos do mundo tem Messi, Neymar e CR7; confira