Negócios

Não achou na gôndola? Startup Mob2Con quer resolver o problema em redes como Assaí e Carrefour

Retailtech oferece plataforma de inteligência de dados para varejistas e supermercadistas; startup captou R$ 5 milhões para ampliar tecnologia pelo Brasil

Carlos Wayand, CEO da Mob2Con (Mob2Con/Divulgação)

Carlos Wayand, CEO da Mob2Con (Mob2Con/Divulgação)

Maria Clara Dias
Maria Clara Dias

Repórter de Negócios e PME

Publicado em 17 de maio de 2023 às 08h00.

A Mob2Con, startup paulista de varejo que oferece uma plataforma de inteligência de dados para supermercados, anunciou um aporte de R$ 5 milhões para ampliar tecnologia proprietária e expandir sua atuação para as regiões Sul e Nordeste do país. 

O investimento vem da Hindiana Investimentos, dedicada a empresas de tecnologia e negócios inovadores em setores como varejo, logística e indústria.

O que faz a empresa

Fundada em 2015, a Mob2Con nasceu para solucionar uma dor cara ao varejo, especialmente em redes de supermercados: o desequilíbrio entre oferta e demanda e o desabastecimento de estoques. 

Com uma plataforma de inteligência de dados, a startup propõe um verdadeiro raio-x da operação, trazendo visibilidade dos estoques em tempo real, além de conectar agências de promoção aos pontos de venda.

O intuito é tornar o processo de reposição de gôndolas mais inteligente e ágil, eliminando as chances de um supermercado ficar desabastecido de determinados itens, e consequentemente evitando que consumidores não encontrem produtos nas prateleiras em função de uma reposição lenta e descompassada — processo que na indústria ganha o apelido de “ruptura”.

VEJA TAMBÉM: MeuChapa capta R$ 6,1 milhões para mudar rotina de profissionais de carga e descarga de caminhões

Para Carlos Wayand, CEO da Mob2Con, empresas do setor devem estar atentas às estratégias que possam evitar o transtorno de consumidores que se deslocam aos pontos de venda e não encontram os produtos que desejam, ainda que esses itens estejam disponíveis no estoque.

“Um produto presente no estoque da loja, mas não disponível na prateleira pode gerar uma perda econômica relevante, isso sem contar a frustração e abalo de confiança que pode ocasionar nos consumidores”, diz. “Por isso, é importante que toda a cadeia elabore estratégias bem definidas para evitar esse cenário e garantir que seus clientes sempre encontrem o que procuram nas gôndolas”.

Para contornar o problema, a Mob2Con conecta redes varejistas, indústrias e agências de promotores para garantir que empresas consigam conciliar a demanda por determinados produtos com uma reposição rápida nas gôndolas. 

Atualmente, a startup está presente em 1.700 pontos de venda em 185 cidades e atende

  • 45 redes supermercadistas, incluindo os gigantes Carrefour, Assaí e Coop
  • 2 mil indústria
  • 800 agências de promotores de vendas

Como a empresa vai crescer

Com o investimento, a Mob2Con está de olho em uma expansão regional com foco nas regiões Sul e Nordeste do país — a ideia é encontrar novos parceiros nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Ceará e Pernambuco.

O aporte também deve ajudar a empresa a ampliar o time de colaboradores, especialmente na área comercial, e assim tornar ainda mais conhecida pelo mercado o modelo de negócio baseado em dados da Mob2Con, avalia o CEO. “Nosso objetivo é mostrar aos futuros parceiros que há uma grande quantidade de dados disponíveis, mas a chave para tirar o máximo proveito deles é entender como podem ser usados de forma inteligente”, conclui.

VEJA TAMBÉM

Acompanhe tudo sobre:StartupsSupermercadosVarejo

Mais de Negócios

Para se recuperar, empresas do maior hub de inovação do RS precisam de R$ 155 milhões em empréstimos

Investida do bilionário Bernard Arnault, startup faz sucesso usando IA para evitar furtos no Brasil

Riverwood Capital investe R$ 126 mi e quer levar startup mineira de gestão de contratos ao mundo

Oxxo por delivery: rede de "mercadinhos de bairro" anuncia parceria com o Rappi

Mais na Exame