A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Siemens prevê corte de custos de €2,2 bi no setor de energia

A Power Transmission, segmento do negócio de energia da empresa, cortará outros 800 empregos até 2015

Washington - O conglomerado industrial alemão, Siemens AG, disse que espera que seu negócio de energia represente mais da metade de sua meta anunciada de cortar seis bilhões de euros (US$ 7,8 bilhões) em custos até 2014. Apenas com as medidas de corte de custos, a Siemens planeja economizar quase 2,2 bilhões de euros em seu negócio de energia.

A Siemens disse também que espera que a melhora na produtividade ajude a economizar até 3,2 bilhões de euros em sua divisão de energia, incluindo os efeitos positivos de práticas eficientes de contratação. Até 2014, a companhia planeja aumentar a margem de lucro do seu negócio de energia para pelo menos 12%, de 7,8% no ano fiscal 2012.

A Power Transmission, segmento do negócio de energia da empresa, cortará outros 800 empregos até 2015, informou o executivo-chefe da unidade de transmissão de energia, Karlheinz Springer. A companhia planeja reduzir o número de funcionários em 8% até 2015, acrescentou. No geral, 1.900 dos 23.500 empregados da unidade ao redor mundo serão afetados.

O prédio da Power Transmission, em Grenoble, na França, será fechado, enquanto o números de empregados em suas unidades em Nuremberg e Berlim será reduzido, disse Springer. No entanto, novos empregos serão criados na China, Índia e no México, disse a companhia, sem, contudo, fornecer mais detalhes.

A empresa pode ainda considerar sua carteira de produtos para cortar custos. Não está descartada a saída da empresa do setor de fabricação de componentes não nucleares, afirmou Michael Suess, membro do conselho da Siemens responsável pelo negócio de energia.

A companhia pode também reavaliar seus negócios que oferecem soluções de geração de energia com turbinas a vapor. No entanto, a Siemens não planeja "muitas" mudanças de portfólio, acrescentou Suess. Recentemente, a Siemens anunciou planos de deixar o negócios de energia solar térmica. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também