Esteves, Menin e 40 alunos: veja a agenda de Elon Musk no Brasil

O CEO da Tesla (TSLA34), Elon Musk, vai ter uma agenda cheia de encontros com empresários, políticos e até estudantes durante sua visita ao Brasil
 (Saul Martinez/Getty Images)
(Saul Martinez/Getty Images)
Por Carlo CautiPublicado em 20/05/2022 09:29 | Última atualização em 20/05/2022 12:11Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O avião do CEO da Tesla (TSLA34), Elon Musk, acabou de pousar em São Paulo, iniciando a viagem do executivo ao Brasil.

Musk vai se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira, 20, na cidade de Porto Feliz, interior de São Paulo, por volta das 10 horas.

Fique por dentro da maior tendência para o futuro dos negócios. Participe de evento gratuito com especialistas e esteja atualizado

O encontro, que não consta da agenda oficial do presidente, acontecerá paralelamente ao "Conecta Amazônia", evento para discutir marcos regulatórios, regulação na Amazônia e conectividade nas escolas.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou pelo Twitter que o empresário Elon Musk vai tratar com o governo brasileiro sobre "conectividade e proteção da Amazônia".

O encontro desta sexta-feira é um convite do próprio ministro. Faria também publicou que realizará um evento no mesmo dia sobre a Amazônia ao lado do presidente e dos ministros Ciro Nogueira (Casa Civil), Paulo Sérgio (Defesa) e Carlos França (Relações Exteriores).

"Vamos falar sobre os marcos regulatórios, regulação da Amazônia e conectividade nas escolas", escreveu Faria no Twitter. "A meta do MCom (Ministério das Comunicações) é conectar 100% das escolas até o final do ano e fazer com que a tecnologia ajude na preservação da Amazônia".

No ano passado, Fábio Faria se encontrou nos Estados Unidos com Musk. Na ocasião, o ministro anunciou que buscava parceria com o bilionário para conectar escolas rurais e '"proteger" a Amazônia.

O bilionário também vai falar com uma série de empresários brasileiros.

Entre eles, o presidente do Conselho do BTG Pactual (BPAC11), André Esteves.

Além dele, o CEO da Tesla vai encontrar:

  • Flávio Rocha - Riachuelo
  • Pietro Labriola – TIM
  • Alberto Griselli – TIM Brasil
  • Rodrigo Abreu – Oi
  • José Félix – Claro
  • Carlos Sanchez - EMS
  • Rubens Ometto - Cosan
  • Rubens Menin - MRV e banco Inter
  • Carlos Fonseca - Galápagos
  • Alberto Leite - FS
  • Ricardo Faria - Granja Faria
  • Zeco Auriemo - Grupo JHSF

Além desses encontros empresariais, Musk vai encontrar 40 alunos do Instituto de Tecnologia e Liderança (Inteli), faculdade de tecnologia e liderança fundada pelo BTG Pactual.

Musk também encontrará uma série de políticos que farão parte da comitiva do presidente Bolsonaro.

Entre eles, o ministro das Comunicações, Fábio Faria (que confirmou à EXAME o encontro), das Relações Exteriores, Carlos França, do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

A informação foi revelada pela coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, e confirmada pelo Broadcast Político com fontes do Palácio do Planalto.

Entretanto, fontes do Gabinete de Segurança Institucional negaram à EXAME que o ministro Augusto Heleno participará do evento em São Paulo.

PARTICIPE DO MELHORES DO ESG: MAIOR EVENTO SOBRE O FUTURO DOS NEGÓCIOS NO BRASIL E NO MUNDO

Bolsonaro anunciou que encontraria uma "pessoa especial"

Bolsonaro tinha anunciado em transmissão ao vivo nas redes sociais que teria um encontro reservado com uma "pessoa muito importante reconhecida no mundo todo" nesta sexta-feira.

"Essa pessoa veio para ajudar nossa Amazônia", afirmou o presidente, sem revelar a identidade da pessoa que encontraria.

Antes de embarcar para Porto Feliz, Bolsonaro participa, das 6h30 às 7h30, de café da manhã com mulheres empreendedoras do Movimento Escolas Abertas. Após o encontro com Musk, segue para Curitiba, onde participará no sábado da Marcha para Jesus.

Musk declara voto para o Partido Republicano

O encontro com o presidente Bolsonaro aconteceria um dia após Musk declarar oficialmente seu voto para o partido Republicano dos Estados Unidos.

Segundo o CEO da Tesla e da SpaceX, falta “bondade” ao partido Democrata.

“No passado votei nos democratas porque eles eram (principalmente) o partido da bondade. Mas tornaram-se o partido da divisão e do ódio, então não posso mais apoiá-los e votarei nos Republicanos. Agora, observe sua campanha de truques sujos contra mim se desenrolar”, escreveu Musk no Twitter.

LEIA TAMBÉM: 

Pesquisa eleitoral: Lula tem 46% e Bolsonaro 39% em um segundo turno

Musk X Twitter: qual limite para difamação por bilionários em M&As?

Musk diz que compra do Twitter não segue sem garantias sobre contas falsas

Elon Musk discute com CEO do Twitter e responde com emoji obsceno