Traficante diz que Austrália pagou por viagem de migrantes

O capitão Yohanis Humiang compareceu a um tribunal da ilha indonésia de Rote para ser julgado por tráfico de migrantes

O capitão de um barco indonésio que transportava 65 solicitantes de asilo para a Austrália afirmou nesta quarta-feira em um tribunal que recebeu 32.000 dólares da Marinha australiana para retornar à Indonésia.

O capitão Yohanis Humiang compareceu a um tribunal da ilha indonésia de Rote, a 500 km das costas australianas, para ser julgado por tráfico de migrantes.

Humiang e outros cinco tripulantes podem ser condenados a até 15 anos de prisão.

O capitão, de 35 anos, afirmou ao tribunal que no mês de junho seu barco, com 65 pessoas a bordo, em sua maioria procedentes do Sri Lanka, foi interceptado pela Marinha australiana.

Depois de um interrogatório de 30 minutos a bordo de um navio da Marinha australiana, Yohanis Humiang recebeu a proposta de 32.000 dólares para retornar à Indonésia.

“Nos deram o dinheiro para transportar os migrantes de volta à Indonésia. Para ser honesto, preciso do dinheiro, por isto aceitei”, disse.

Em um relatório divulgado em outubro, a organização Anistia Internacional acusou a Austrália de pagar a traficantes para que transportassem os demandantes de asilo à Indonésia.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.