Marketing

Twitter lança recurso para tornar imagens acessíveis a cegos

Com o nome de "texto alternativo", descrição passa agora a ser uma função nativa da rede social nos aplicativos para Android e iOS


	Twitter: para isso, basta clicar em cima da foto no momento da publicação e optar por "Adicionar descrição"
 (Bethany Clarke/Getty Images)

Twitter: para isso, basta clicar em cima da foto no momento da publicação e optar por "Adicionar descrição" (Bethany Clarke/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de março de 2016 às 13h26.

O Twitter anunciou na última terça-feira (29), uma novidade que vai ajudar deficientes visuais a aproveitarem melhor a plataforma.

Trata-se de um recurso de descrição textual de imagens que permite a leitura das figuras por sistemas utilizados nos computadores e dispositivos mobile de pessoas cegas.

Com o nome de "texto alternativo", descrição passa agora a ser uma função nativa da rede social nos aplicativos para Android e iOS.

Desta forma, além dos 140 caracteres do tweet, o usuário poderá inserir um texto de até 420 caracteres para descrever a imagem.

Para isso, basta clicar em cima da foto no momento da publicação e optar por "Adicionar descrição".

Todd Kloots, engenheiro de software do Twitter, declarou que a companhia está otimista com a novidade: "Estamos animador em permitir que nossos clientes e editores tornem as imagens no Twitter acessíveis ao maior público possível, para que todos sejam incluídos nas conversas e possam experimentar momentos grandiosos juntos".

A nova função está disponível também para os Twitter Cards e a API REST.

(Divulgação/ Twitter)

Acompanhe tudo sobre:AndroidCegosEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetGoogleInternetRedes sociaisTwitter

Mais de Marketing

As 10 marcas mais inclusivas do mundo, segundo pesquisa; Google lidera ranking

Igor Puga é o novo CMO da Zamp, dona do Burger King e Popeyes

Disputa pelas listras: Adidas luta com grife Thom Browne pelo monopólio da marca

Campanha eleitoral americana ganha nova narrativa após atentado e foto de Trump

Mais na Exame