Gisele Bündchen, Vivara e Mubadala criam fundos assistenciais no Brasil

Esforço da Brazil Foundation arrecadou 6,2 milhões de reais em recursos para ajudar no combate ao coronavírus. Meta é chegar a 10 milhões

Um esforço internacional da BrazilFoundation, organização sem fins lucrativos criada por brasileiros no exterior, arrecadou 6,2 milhões de reais para ações de combate ao coronavírus. Entre os doadores, que criaram fundos com a entidade, estão a modelo Gisele Bündchen, a joalheria Vivara e o fundo de investimentos Mubadala, dos Emirados Árabes

O resultado da campanha, iniciada em março e batizada de BrazilFoundation em Ação -- Juntos contra a covid-19, superou as expectativas. A meta inicial era captar cerca de 1 milhão. O novo objetivo é atingir a marca de 10 milhões de reais. O dinheiro será direcionado a 24 organizações que estão trabalhando para auxiliar comunidades vulneráveis, durante a pandemia. 

“Esperamos, com esse valor, apoiar mais organizações sociais atuantes em territórios periféricos, que estão muito vulneráveis neste momento”, afirma Rebecca Tavares, CEO da BrazilFoundation. “Os recursos ajudarão a conter o avanço da pandemia em diversas comunidades e diminuir os prejuízos socioeconômicos mais imediatos”.

A entidade é organizadora de dois concorridos jantares de gala anuais, um em São Paulo e outro em Nova York, para angariar recursos filantrópicos. No ano passado, o evento paulista, patrocinado pela marca de luxo Chanel, reuniu cerca de 300 convidados na Casa Fasano. Para participar do jantar, os interessados desembolsaram entre 3 mil reais, para um convite individual, e 60 mil reais, para reservar uma mesa. 

Desde 2000, a BrazilFoundation arrecadou cerca de 53 milhões de dólares, que foram investidos em mais de 600 organizações, em todos os Estados brasileiros. 

O Brasil atingiu um novo patamar de filantropia durante a pandemia. As doações para iniciativas de combate à covid-19 já ultrapassaram a marca de 5 bilhões de reais, segundo monitoramento da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR). O número de doadores, segundo a ABCR, ultrapassou os 300 mil, entre empresas, fundações e indivíduos. As instituições financeiras foram as que mais contribuíram: 1,73 bilhão de reais, o equivalente a 33% do total. O banco Itaú se destacou dos demais, com doações que somaram mais de 1,25 bilhão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.