George Clooney comparece a tribunal em Milão

Linha de moda teria usado o nome do ator sem a sua autorização; Clooney defende que não emprestou sua imagem para marca
Ator americano George Clooney comparece a tribunal em meio a autoridades, fotógrafos e fans: linha de moda teria usado seu nome sem permissão (.)
Ator americano George Clooney comparece a tribunal em meio a autoridades, fotógrafos e fans: linha de moda teria usado seu nome sem permissão (.)
D
Da RedaçãoPublicado em 16/07/2010 às 11:56.

Roma - O ator americano George Clooney compareceu hoje a um tribunal penal em Milão para testemunhar no julgamento aberto por causa da criação de uma linha de moda não autorizada com seu nome.

Vestido com um terno azul escuro, camisa branca e uma gravata, Clooney, que não perdeu o senso de humor em momento algum, chegou em torno do meio-dia ao tribunal acompanhado de sua advogada e de guarda-costas e policiais. Muito fotografado, o astro repetia: "abram passagem para a minha advogada".

Já dentro do edifício, o juiz da 10ª seção penal do Tribunal de Milão Pietro Caccialanza convidou os fotógrafos e os cinegrafistas a deixarem a sala, já que, segundo declarações divulgadas pela imprensa italiana, não se tratava de um julgamento "de relevância social".

Três pessoas foram acusadas de fraude, falsificação e receptação, entre outros crimes, pela criação de uma marca com o nome de Clooney para a qual asseguram ter autorização do próprio ator.

Durante seu testemunho, que durou quase duas horas, Clooney assegurou não ter assinado nenhum dos documentos apreendidos com os acusados, que contam com sua suposta assinatura e nos quais daria seu consentimento para criar a marca com seu nome.

"Nunca soube de nada disto", disse o ator no tribunal, que também negou ter um cartão de crédito do banco italiano Intesa Sanpaolo e que tenha encarregado Vanja Goffi, uma das acusadas, de pagar as despesas do registro da marca.

Perguntado por sua advogada, Grazia Maria Mantelli, sobre quais foram as marcas italianas às quais emprestou sua imagem, Clooney citou a destiladora Martini. "Ok, vocês podem rir", disse em seguida.

O ator qualificou de "falsas" todas as fotografias apresentadas durante a audiência, utilizadas para promover a marca em questão e nas quais ele aparecia fumando e usando peças da marca, que, segundo ele, nunca vestiu.