Dólar está caindo. É hora de comprar?

Está pensando em viajar ou já tem viagem marcada para o final do ano? Entenda o que você precisa saber na hora de comprar dólar
 (Getty Images/Paul Yeung/Bloomberg)
(Getty Images/Paul Yeung/Bloomberg)
Por Fernanda BastosPublicado em 26/05/2022 11:45 | Última atualização em 21/06/2022 16:21Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O dólar está com uma queda e, em momentos como esse, muitos se perguntam se recomenda-se a compra da moeda. A moeda americana tem oscilado em comparação ao real e a outras moedas globais. Um contexto importante por trás disso é a inflação dos Estados Unidos, que tem preocupado analistas. A guerra entre a Rússia e Ucrânia e o fato da economia chinesa estar abaixo das expectativas satisfatórias são outro dois pontos a se considerar. Esse contexto tem enfraquecido a moeda americana, tornando o momento ideal para a compra de dólares. 

Isso porque o aspecto interno do Brasil faz com que o dólar esteja em um patamar mais baixo em relação ao real. Do mês de abril até hoje, o dólar já caiu 2,36%. Esse fato deixa os investidores mais suscetíveis para o risco e na tentativa de ter um rendimento maior do seu capital, diz Mauriciano Cavalcante, gerente de câmbio da Ourominas.

Marcos Weigt, head de tesouraria do Travelex Bank, comenta que depois que o dólar bateu R$ 4,70, houve um movimento de aversão ao risco muito forte que fez com que ele alcançasse R$5,20 no mês passado. Recentemente, houve um estresse que aumentou a taxa de juros americana no longo prazo. Então, as bolsas do exterior caíram muito – o que aumentou novamente a aversão a risco em abril e início de maio. "E agora voltou porque passamos dessa preocupação com inflação, para uma preocupação com o crescimento", afirma Weigt. 

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

As projeções dos analistas

Não tem como desassociar a queda do dólar com os recentes acontecimentos da economia americana. "Os Estados Unidos estão cada vez imprimindo mais moedas para conter a inflação e isso acaba fazendo com que o dólar se desvalorize em relação às outras moedas", afirma Cavalcante.

Mesmo com as projeções de analistas, é díficil precisar o que pode acontecer com o dólar. Por esse motivo, uma das melhores dicas é que o viajante compre a moeda em momentos pontuais – dividindo o valor total em compras menores.  Na última quarta-feira, 25, o dólar turismo variou de R$ 5 e R$ 5,05.

"Acredito que seja, sim, o momento de compra. E para quem vai viajar no final do ano, a opção é dividir as compras. Dividindo pelos meses que faltam entre hoje e a sua viagem. Assim, você pode comprar um pouquinho todos os meses, independente do valor e fazer um preço médio. Porque é muito difícil a gente acertar pra onde vai o câmbio", comenta  Weigt. 

Como comprar dólar

No site do Banco Central é possível saber os valores da compra da moeda (com as taxas de câmbios, o IOF e a tarifa da casa de venda) no ranking do Valor Efetivo Total (VET). O VET compara os preços das casas de câmbio na venda da moeda.

Outra opção de consulta é a plataforma online, Melhor Câmbio, que mostra os menores preços de venda e a média do mês – já que a moeda oscila diariamente. 

Tenha acesso agora a todos materiais gratuitos da EXAME para investimentos, educação e desenvolvimento pessoal