Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Viveo (VVEO3): BTG eleva preço-alvo e vê upside de 40%

Analistas revisam projeções para o Ebitda da empresa e destacaram oportunidades de consolidação no setor
Viveo: Empresa pode atingir um faturamento de cerca de R$ 1 bilhão na divisão de serviços, representando o que seria por volta de 10% da receita líquida (TERADAT SANTIVIVUT/Getty Images)
Viveo: Empresa pode atingir um faturamento de cerca de R$ 1 bilhão na divisão de serviços, representando o que seria por volta de 10% da receita líquida (TERADAT SANTIVIVUT/Getty Images)
Roberto Bodetti
Roberto Bodetti

Publicado em 26/07/2022 às 18:16.

Última atualização em 26/07/2022 às 19:41.

O BTG Pactual aumentou o preço-alvo das ações da Viveo (VVEO3) em um relatório divulgado nesta terça-feira, 26.

O preço-alvo anterior era de R$ 20,00, mas, com o reajuste de 40% feito pelos analistas do BTG Pactual, a previsão é que as ações da Viveo alcancem o valor de R$ 23,00 – um potencial de valorização (upside) de 40,5%.

A revisão das estimativas foi feita com base no potencial de crescimento orgânico e de fusões e aquisições (M&A) da companhia, que pode turbinar em 20% o Ebitda ajustado (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) da companhia entre 2022 e 2023

A previsão da Viveo é de um crescimento anual estrutural de 15%, com a expectativa de ganhos totais da empresa para 2023 de R$ 511 milhões.

No campo de crescimento inorgânico, a Viveo já realizou 17 aquisições desde sua abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) em agosto do ano passado. 

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Segundo o BTG, aquisições recentes como a Life, FAMAP e a Pro Infusion representam uma oportunidade da companhia de entrar no ramo da prestação de serviços de valor agregado no meio hospitalar. A previsão é de que a Viveo possa atingir um faturamento de cerca de R$ 1 bilhão na divisão de serviços, representando o que seria por volta de 10% da receita líquida.

A análise pontua que existem chances de expansão para outros segmentos, como o de insumos veterinários e o de próteses ortopédicas. O banco ressalta que o portfólio de serviços prestados atualmente pela Viveo já oferece chance de crescimento orgânico – mas expansões são bem vindas.

O relatório avalia ainda que a companhia não é ameaçada por outras consolidações no setor de saúde, como a aquisição da Intermédica pela Hapvida e da SulAmérica pela Rede D’Or. 

“Embora a margem operacional da Viveo possa estar em risco devido a recentes fusões e aquisições de concorrentes na bolsa esses movimentos também podem ser um oportunidade de aumentar a participação de mercado da empresa, uma vez que a Viveo já prestava serviços a ao menos uma das entidades fundidas”, dizem os analistas.

VEJA MAIS