Acompanhe:

Samsung tem alta de 21% no faturamento e 11% nos lucros no 2T22

Para a Samsung, o trimestre entre abril e junho foi o melhor em termos de lucro desde 2018

 (Wang Gang / Costfoto/Future Publishing/Getty Images)

(Wang Gang / Costfoto/Future Publishing/Getty Images)

C
Carlo Cauti

7 de julho de 2022, 18h00

A Samsung divulgou nesta quinta-feira, 7, os resultados do segundo trimestre de 2022.

Para a Samsung, o trimestre entre abril e junho foi o melhor em termos de lucro desde 2018, graças às fortes vendas de chips de memória para servidores, e apesar da redução da demanda de fabricantes de smartphones por causa da inflação.

O colosso tecnológico sul-coreano registrou um aumento de 21% na receita e de 11,4% no lucro operacional no segundo trimestre de 2022.

Um resultado muito relevante, apesar de um quadro global que continua complicado, e que a própria Samsung acompanha com muita atenção.

O lucro operacional chegou aos 14 trilhões de won (cerca de US$ 10,7 bilhões) no trimestre entre abril e junho, ante os 12,6 trilhões de won do mesmo período de 2021.

Um resultado interessante, apesar de estar abaixo do esperado, que era 14,7 trilhões de won.

As vendas da líder global no mercado de smartphones aumentaram 21% ano a ano neste trimestre, atingindo 77 trilhões de wons.

No entanto, esse número foi inferior ao do primeiro trimestre deste ano, quando a Samsung registrou um faturamento de 77,8 trilhões de won.

Resultados da Samsung dissipa temores dos investidores

Os números parecem dissipar, pelo menos em parte, os temores dos investidores sobre o impacto de uma demanda que está enfraquecendo e que deixa grandes dúvidas sobre o segundo semestre do ano.

Os resultados da Samsung foram garantidos graças à demanda de grandes empresas de tecnologia dos Estados Unidos, como

  • Amazon (AMZO34)
  • Microsoft (MSFT34)
  • Google (GOGL34) 
  • Meta (FBOK34)

que usam muitos serviços de data center, e que continuaram comprando chips para atender à demanda por serviços de computação em nuvem.

A alta da cotação do dólar, que atingiu a máxima dos últimos 20 anos, também ajudou a impulsionar o desempenho da empresa no segundo trimestre.

O mercado gostou dos números e premiou as ações da Samsung, que subiram 3,2% na Bolsa de Valores de Seul nesta quinta-feira.