Acompanhe:

JHSF capta R$ 250 mi em debêntures com demanda de 3x a oferta

Empresa de incorporação e shoppings voltada para o público de alta renda levantou volume acima dos R$ 200 milhões inicialmente planejados diante de procura elevada

Shopping Cidade Jardim, da JHSF: empresa acaba de captar R$ 250 milhões | Foto: Divulgação (Divulgação/Divulgação)

Shopping Cidade Jardim, da JHSF: empresa acaba de captar R$ 250 milhões | Foto: Divulgação (Divulgação/Divulgação)

M
Marcelo Sakate

9 de fevereiro de 2022, 19h13

O mercado de renda fixa está aquecido: a JHSF (JHSF3), empresa líder no setor de alta renda no país, com negócios nas verticais de incorporação, shoppings, hospitalidade e aeroporto, acaba de levantar R$ 250 milhões em uma emissão de papéis cuja demanda foi de três vezes a oferta, segundo fontes do mercado disseram à EXAME Invest.

A operação foi coordenada pelo Santander e Itaú BBA. Mais de 20 investidores compraram os papéis da empresa.

O plano inicial era captar R$ 200 milhões, mas a demanda acima do esperado fez aumentar a colocação.

O negócio bem-sucedido demonstra que o investidor institucional saiu da bolsa no Brasil e está mais seletivo, mas ainda tem apetite para ativos bem avaliados, de empresas consideradas referência em seus respectivos setores.

A demanda por papéis de qualidade, como debêntures de empresas que prosperaram na pandemia, tem sido crescente em um momento em que investidores migram recursos de fundos de ações para os de renda fixa. Estes encerraram 2021 com captação líquida recorde de R$ 215 bilhões, enquanto os primeiros ficaram quase no zero a zero.

A JHSF se tornou um caso à parte de resiliência na indústria de incorporação imobiliária e shoppings em meio aos efeitos da pandemia com seu posicionamento voltado para o consumidor de alta renda, menos suscetível aos humores da economia. No meio do caminho, também reforçou a sua estrutura de capital.

Os novos recursos devem reforçar o capital de giro e ainda mais a estrutura de capital.

A empresa divulgou sua prévia operacional do quarto trimestre há três semanas e revelou crescimento de 29% nas vendas contratadas no ano fechado de 2021.