Eneva (ENEV3): BofA vê potencial de crescimento e recomenda compra

Analistas do BofA aumentam o preço-alvo das ações da Eneva (ENEV3) de R$ 16 para R$ 18 e reiteram a compra
Usina da Eneva, no Maranhão: três oportunidades principais da empresa estão no radar dos analistas nos próximos seis meses (Eneva/Divulgação)
Usina da Eneva, no Maranhão: três oportunidades principais da empresa estão no radar dos analistas nos próximos seis meses (Eneva/Divulgação)
T
Thais Cancian

Publicado em 08/07/2022 às 18:09.

Última atualização em 08/07/2022 às 21:38.

Em relatório divulgado nesta sexta-feira, 8 de julho, o Bank of America (BofA) revisou as expectativas a respeito da Eneva (ENEV3), empresa brasileira integrada de energia. Considerando oportunidades de crescimento à frente, analistas do banco recomendaram a compra das ações pelo preço-alvo de R$ 18, aumento de 12,5% em relação ao anterior (R$ 16).

No pregão de hoje, a cotação do papel estava na casa dos R$ 15,15 - R$ 15,59, chegando a R$ 15,44 por volta das 17h30.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Para os analistas Arthur Pereira e Gustavo Faria, a companhia tem dívidas “apertadas”, mas isso não é um limitador no curto prazo. É estimado que a dívida líquida da Eneva corresponda a 4,6x do seu Ebitda ao final de 2022, e 4,9x ao de 2023, apesar do follow-on de R$ 4 bilhões realizado em junho deste ano.

Nos próximos seis meses, três oportunidades principais da empresa estão no radar dos analistas: leilão de energia de reserva, previsto para setembro; compra do Polo Bahia-Terra em parceria com a PetroRecôncavo; e o leilão de capacidade no PPA Itaqui e Termofortaleza.

Os analistas ponderam que a companhia não é uma “pechincha” no setor de utilidades básicas, mas há espaço para a ação caminhar, tendo em vista o potencial de crescimento da organização e o seu histórico positivo de alocação de capital.

“Apesar de reconhecermos os riscos ao precificar um crescimento incerto, vemos riscos pendendo para o lado positivo, já que: a Eneva tem muitas vias de crescimento nos próximos 24 meses; e  historicamente, a Eneva entregou expectativas de VPL acima do esperado de novos projetos”, pontuam.

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME por menos de R$ 11/mês