Qual o valor mínimo para investir na bolsa de valores?

Descubra quanto é preciso aplicar para comprar ações na Bolsa de Valores
 (Germano Lüders/Exame)
(Germano Lüders/Exame)
D
Da Redação

Publicado em 16/12/2020 às 20:53.

Última atualização em 16/02/2021 às 14:28.

Um dos maiores mitos do mercado financeiro é que é preciso ter muito dinheiro para investir na bolsa de valores. Na verdade, o valor mínimo para investir em ações é o próprio preço de uma ação, que pode valer apenas alguns reais, mais os custos com taxas.

Para relembrar, uma ação é a menor fração do capital social de uma companhia com capital aberto. Comprando uma ação, também chamada de papel, o investidor se torna sócio minoritário desse negócio. 

Investir na bolsa não precisa ser algo complicado. A EXAME Academy te ensina a desbravar o mundo das ações

É possível, portanto, comprar uma única ação de uma companhia, mas, para isso, é preciso acessar o mercado fracionário, que tem menos liquidez.

O que é mercado fracionário na Bolsa?

Normalmente, as ações são vendidas em um lote padrão de 100 ações. Isso significa que quem quiser investir em uma empresa cujo preço da ação é 25 reais, comprando o lote padrão, terá que desembolsar 2.500 reais. Mas é possível também comprar apenas uma ação de uma empresa, acessando o mercado fracionário. 

Como comprar uma ação no mercado fracionário?

Para comprar uma ação no mercado fracionário, basta incluir a letra F no final do ticker da ação que você pretende comprar. 

Antes de investir é preciso verificar os custos de corretagem e taxa de custódia cobrados pela corretora.