O que é Nasdaq, como funciona e o que influencia seu índice?

A Nasdaq abriga gigantes da tecnologia como Apple, Google e Amazon. Saiba alguns fatores que influenciam a sua movimentação
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 04/08/2022 às 18:00.

Se você assiste televisão, provavelmente já escutou no noticiário econômico sobre a Nasdaq.

O que é Nasdaq?

NASDAQ é a abreviação de “National Association of Securities Dealers Automated Quotations”. Ela é a segunda maior bolsa de valores do mundo depois da New York Stock Exchange (NYSE), e abriga gigantes da tecnologia como Apple, Google e Amazon. Veja como funciona a Nasdaq e qual a sua composição.

Como funciona a Nasdaq?

A Nasdaq é uma das bolsas mais conhecidas nos EUA, fazendo história desde 1971, quando decidiu que os  investidores só comprariam e venderiam ações por meio de um sistema informatizado, em oposição ao pregão físico da NYSE. 

Em seus primeiros anos, a Nasdaq facilitou o Mercado de Balcão (OTC), operando um mercado de títulos públicos que, por algum motivo, não negociava nas principais bolsas de valores, fornecendo um serviço de cotação em tempo real para os participantes do mercado. 

Mais tarde, adicionou um sistema de negociação automatizado, criando relatórios de negociação e volume. No entanto, embora a bolsa seja mais conhecida por seu comércio eletrônico, ela possui uma sede física na cidade de Nova York e quase 40 escritórios em todo o mundo.

O que influencia a Nasdaq?

Existem alguns fatores que influenciam a movimentação da Nasdaq, como: preço e peso das ações, sentimento dos investidores, eventos políticos e econômicos.  

Preço e peso das ações 

O peso e preço de cada empresa do índice Nasdaq pode afetar o índice geral. Desse modo, os preços das ações em alta aumentam o valor do índice, enquanto os preços das ações em queda diminuem o valor do índice. 

Por exemplo, se as ações da Apple, Microsoft e Amazon, empresas com maiores pesos, subirem em um dia, sua influência no índice Nasdaq poderá aumentar o valor do índice. Ao mesmo tempo, se as ações de todas as outras empresas caírem no mesmo dia, o valor do índice pode cair porque se baseia na avaliação coletiva das ações subjacentes.

Sentimento dos investidores 

Uma grande compra ou venda de ações de qualquer empresa é suficiente para elevar o preço, pois chama a atenção de mais traders. À medida que o ativo subjacente começa a mudar, o mesmo acontece com o valor do índice.

Como se trata de um índice ponderado, uma alta ou queda acentuada no preço das ações de uma das 10 maiores empresas pode afetar o preço de todo o índice.

Eventos políticos e econômicos

Eventos políticos e econômicos têm o potencial de ajudar ou quebrar negócios. Uma nova política pode afetar a capacidade de operação de um setor, o que pode afetar todo o índice se suas empresas constituintes estiverem concentradas nesse setor.

Por exemplo, se o governo dos EUA anuncia taxas de juros mais altas, o resultado seria os investidores abordarem parte das empresas de tecnologia dos EUA, em detrimento dos treasuries, ou seja, títulos de dívida emitidos pelo governo americano. 

Em resumo, trata-se de uma fuga de investimentos com risco mais alto, para investimentos de baixo risco. Por essa razão, é crucial que os investidores  estejam a par dos movimentos das ações e das notícias globais para poderem acompanhar o pulso do mercado.

Qual a composição da Nasdaq?

A Nasdaq é mais que apenas uma bolsa de valores. Ela possui dois índices conceituados que acompanham diariamente o desempenho das ações da Nasdaq, sendo eles: 

Nasdaq Composite Index 

O Nasdaq Composite Index acompanha o desempenho de todas as ações negociadas na Bolsa de Valores Nasdaq. É um dos índices de ações mais populares rastreados pelos participantes do mercado que representa o desempenho de todo o mercado.

Como as empresas da Nasdaq Composite Index estão altamente concentradas no setor de tecnologia, sendo as mais jovens e de crescimento mais rápido, o índice é considerado um bom barômetro do desempenho do mercado de tecnologia.

Nasdaq 100 

O Nasdaq 100 é um índice que acompanha as 100 maiores empresas não financeiras negociadas na bolsa de valores Nasdaq. Eles são selecionados com base em sua capitalização de mercado e recebem pesos diferentes no índice com base em seu tamanho.

O preço de um índice é, em última análise, afetado pelos mesmos eventos econômicos que afetam os preços das ações que compõem o próprio índice. Ganhos da empresa, potencial de crescimento, força do dólar e comunicados de imprensa são apenas alguns dos fatores que os traders normalmente consideram ao se preparar para negociar o Nasdaq 100.

Níveis de mercado da Nasdaq

O nível do mercado de capitais é importante porque os investidores o utilizam para categorizar o tamanho de uma empresa. Além disso, o índice é conhecido por cobrir empresas de muitos setores que estão na vanguarda da inovação e destaca grandes empresas do setor de tecnologia que interessam a muitos.

Desse modo, segundo os requisitos de listagem, as ações da empresa serão listadas em um dos três níveis de mercado: 

Global Select Market

O Global Select Market é composto por ações de empresas americanas e internacionais, ponderadas pela capitalização de mercado, que se encontram nos mais altos padrões da Nasdaq, conforme os requisitos financeiros e de liquidez e aos padrões de governança corporativa. 

Para se tornar elegível para listagem no mercado as empresas deve atender a todos os critérios de pelo menos um dos quatro padrões da Nasdaq:

1: Ganhos;

2: Capitalização com fluxo de caixa;

3: Capitalização com receita;

4: Ativos com patrimônio;

Global Market

O Nasdaq Global Market consiste em ações de empresas listadas nos EUA e internacionais, sendo considerado um mercado intermediário. Para se tornar elegível para listagem no mercado, as empresas devem atender a critérios baseados em:

  • Receita, patrimônio líquido, valor de mercado e ativos/receitas totais;
  • Possuir um mínimo de 1.100.000 ações negociadas em bolsa;
  • Negociação de no mínimo US$ 4, salvo algumas exceções.

Capital Market

Antes da Nasdaq mudar de nome, o Capital Markets era conhecido como SmallCap Market, uma enorme lista de empresas com capitalizações de mercado menores, que variam entre US$ 300 milhões e US$ 2 bilhões.

Como investir em ações da Nasdaq?

Depois de entender como funciona a Nasdaq e a sua composição, uma das principais dúvidas que surgem é como investir em ações da Nasdaq. Nesse caso, é importante considerar os ETFs e o uso de uma corretora internacional.

ETFs

Para investir em ações da Nasdaq, bem como dos demais índices do mercado americano,  os investidores sempre podem buscar duplicar as ações que os compõem. No entanto, uma estratégia mais eficaz seria investir em ETFs que acompanham os índices do mercado.

No entanto, cumpre ressaltar que os ETFs são negociados nas bolsas de valores nacionais e o preço de mercado pode ou não ser o valor patrimonial líquido das ações.

Corretora internacional 

Em tese, caso o investidor não esteja localizado nos Estados Unidos, não poderá investir diretamente na Nasdaq. No entanto, através de uma corretora internacional é possível alocar seus fundos no índice. 

Para isso, basta registrar os dados pessoais em formulário próprio, enviar os documentos necessários como CPF, comprovante de residência e declaração de imposto de renda e aguardar a análise da corretora. 

A Nasdaq é conhecida por sua inovação e afirma ser a primeira bolsa de valores eletrônica do mundo. Hoje, muitas das principais empresas do mundo, principalmente as de tecnologia, estão listadas na Nasdaq, onde os investidores podem lucrar com as ações dessas empresas.

Este artigo te ajudou a entender como funciona a Nasdaq? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é Ibovespa?
O que é PIB?
O que é EBTIDA?