O que é Fundos de Investimentos em Cotas (FIC)?

O Fundo de Investimento em Cota (FIC) se tornou um tipo de investimento conhecido entre os investidores que buscam diversificação e rentabilidade
 (Foto/Divulgação)
(Foto/Divulgação)
D
Da RedaçãoPublicado em 19/10/2022 às 11:37.

O Fundo de Investimento em Cota (FIC) se tornou um tipo de investimento conhecido entre os investidores que buscam diversificação e rentabilidade. Este veículo de investimento é bastante procurado quando as taxas básicas de juros do Brasil se encontram em níveis mais baixos.

Entre as opções de investimentos, está o FIC. Entretanto, existe muita dúvida sobre o assunto. Por esse motivo, resolvemos escrever este artigo. Nele, mostraremos tudo o que você precisa saber sobre essa modalidade de investimento.

O FIC é um veículo de investimento em que um fundo investe em uma carteira de ativos de outros fundos em vez de investimento direto, proporcionando a conveniência e os benefícios de investir em vários fundos por meio de um único investimento.

O que é FIC?

Os Fundos de Investimentos em Cotas, também conhecido como FICs, trata-se de uma estratégia de investimento onde o dinheiro é investido em outros fundos, em vez de diretamente em títulos, ações e demais ativos do mercado financeiro

O principal objetivo é dar aos investidores a oportunidade de se beneficiar de um veículo de diversificação, pois podem investir em uma variedade de classes de fundos, sejam nacionais ou internacionais. 

Como funcionam os Fundos de Investimentos em Cotas (FIC)?

Em vez de comprar ações individuais, títulos e outros ativos, os gestores de FIC constroem carteiras de outros fundos. Eles fornecem várias categorias de fundos para subscrever investimentos em uma carteira.

Existem vários tipos de fundos de investimento compartilhados, cada um funcionando dentro de um plano de investimento separado. Nos quais podemos destacar: 

  • Fundo de investimento;
  • Fundo de hedge;
  • Private equity;
  • Investment trust. 

Os gerentes de portfólio usam seus conhecimentos e experiência para determinar as melhores opções de fundos para investir com base em seu desempenho e lucratividade anteriores. 

Com base na experiência dos gestores de carteiras, os investimentos da FIC têm potencial para gerar retornos acima da média. Contudo, os índices de despesas desses fundos são altos, tendo em vista que possuem vários gestores, portanto, o custo de gerenciar e manter profissionalmente os fundos é alto.

Além disso, é importante ressaltar que, segundo a regulamentação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os FICs devem deter pelo menos 95% das cotas dos principais ativos, sendo 5% destinados a outros ativos do mercado.

Por fim, a receita gerada pelo fundo por meio do investimento é distribuída aos cotistas na proporção das cotas detidas. 

Como escolher um FIC? 

É importante escolher sabiamente com base no que funciona para o portfólio, perfil de investidor e aquisição de mais valor a carteira. Contudo, aqui estão algumas coisas a serem lembradas ao se concentrar no Fundo escolhido:

  • Pesquise o desempenho do FIC nos últimos cinco anos, especialmente observando o desempenho durante mercados voláteis e eventos de “cisne negro” como a pandemia;
  • Cada fundo investe em uma variedade de fundos. Sendo assim, familiarize-se com os setores, mercados e ativos nos quais esses fundos investem;
  • Busque por um fundo que ajude a diversificar ainda mais o portfólio. Por exemplo, se o investidor tiver mais investimentos alocados em renda fixa, poderá explorar, por exemplo, fundos de ações.

Características do FIC

Aqui estão algumas características importantes de um Fundos de Investimentos em Cotas:

  • Proporciona diversificação;
  • Reduzir a volatilidade do capital e fornecer retornos de investimento acima da média;
  • Rastreamento de fundos facilmente;
  • Gestor de fundos com experiência de mercado.

Vantagens de investir em Fundos de Investimentos em Cotas 

Fácil de investir

Para qualquer investidor, um FIC é fácil de comprar e resgatar, dispensando a necessidade de fazer aplicações diferentes para cada fundo que seja do seu interesse. 

Boa diversificação 

Esses fundos se beneficiam da diversificação e especialização em diferentes classes de ativos e indústrias. Portanto, para investidores que não podem alocar recursos significativos para investir em cada fundo de investimento subjacente, investir em FIC pode ser uma boa opção para maximizar retornos e minimizar riscos.

Gestão profissional 

Os Fundos de Investimentos em Cotas investem em fundos de investimento administrados por gestores profissionais da área. Portanto, investir através de um FIC significa contar com a experiência profissional de diversos gestores competentes.

Rebalanceamento tátil 

O rebalanceamento é fundamental para a gestão de uma carteira, podendo exigir que os investidores desistam de determinados ativos por novos com maior potencial de retorno. Nesse caso, o imposto sobre ganhos de capital pode ser exigido se o ativo for vendido. 

Por outro lado, tal imposto não incide sobre as operações de rebalanceamento de carteiras formadas nos diversos fundos que compõem o FIC. Como resultado, os investidores obtêm os benefícios do reequilíbrio e evitam a carga tributária.

Desvantagens de investir em Fundos de Investimentos em Cotas 

Como todos os investimentos, os FICs também possuem suas desvantagens. Vejamos algumas delas: 

Falta de flexibilidade

Uma grande desvantagem do FIC é que os investidores não podem escolher em quais fundos de investimento o gestor do fundo irá alocar o capital. Sendo assim, caso o investidor não goste do fundo, não há escolha a não ser continuar investindo ou resgatar o investimento.

Possibilidade de duplicação de portfólio

Como os FICs investem em diferentes fundos de investimentos, eles podem deter as mesmas ações ou títulos em vários fundos. Esta situação resultará na duplicação da carteira, limitando assim a diversificação.

Tributação e taxas 

Um FIC paga impostos conforme a classificação. Por exemplo, o imposto de renda de 15% se aplica a FICs que investem em fundos de ações. Já para Fundos Multimercado e Renda Fixa, as alíquotas são regressivas.

Contudo, os investimentos em Fundos de Investimentos em Cotas podem vir com altas taxas. Por essa razão, os investidores devem considerar os impostos, taxas e outras políticas da empresa proprietária do fundo. 

Devo investir em FICs?

Pode ser difícil para novos investidores entender os meandros do mercado de ações. Isso ocorre porque a maioria dos novatos possui pouco ou nenhum orçamento, além de conhecimento limitado sobre o mercado.

Portanto, o FIC é um bom ponto de partida para reduzir o risco no mercado de capitais, alocando-o em diversos ativos e títulos. No entanto, é importante garantir que os investimentos estejam ligados diretamente ao perfil de risco de cada investidor e sejam apropriados para uma determinada estratégia de alocação de ativos.

Conforme visto anteriormente, os FICs baseiam-se no princípio de maximizar os retornos de um plano de investimento único, mas diversificado. Como investidor informado, você deve pesar os prós e os contras da estratégia antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Em suma, os Fundos de Investimentos em Cotas (FIC) são uma ótima opção para investidores com acesso a menos capital e buscam mais valor por meio da diversificação, retorno e gestão de riscos.

Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é taxa Selic?
O que é IPCA acumulado?
O que é IOF?

 

Veja Também

O que é Custo Efetivo Total (CET) e como funciona?
seloGuia
Há 14 horas • 4 min de leitura

O que é Custo Efetivo Total (CET) e como funciona?

O que é tape reading e como funciona?
seloGuia
Há um dia • 4 min de leitura

O que é tape reading e como funciona?

As 10 maiores empresas do mundo [2022]
seloGuia
Há 2 dias • 6 min de leitura

As 10 maiores empresas do mundo [2022]

O que são rendimentos tributáveis?
seloGuia
Há 5 dias • 6 min de leitura

O que são rendimentos tributáveis?