O que é CFO e qual sua função?

Entender o que um CFO faz no seu dia de trabalho é muito importante, pois eles impactam diretamente empresas na bolsa de valores
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 22/07/2022 às 18:00.

CFO é a sigla para um profissional muito importante nas empresas, responsável por prezar pela saúde financeira da companhia.

Portanto, entender o que um CFO faz no seu dia de trabalho é muito importante, pois eles impactam diretamente até mesmo empresas na bolsa de valores.

O que é CFO?

CFO (sigla para Chief Financial Officer) é o profissional que atua como diretor financeiro de uma empresa. Ou seja: é esse tipo de profissional que cuida das finanças da empresa, garantindo que a companhia tenha uma boa gestão de seus ativos financeiros. 

Ou seja: esse termo é usado para definir o executivo sênior de uma companhia que é responsável por gerir as suas finanças. Portanto, o cargo de diretor financeiro é muito importante.

Sendo assim, entre as principais atividades de um CFO, é possível citar a gestão do fluxo de caixa de uma empresa, o acompanhamento de seus balanços e o planejamento financeiro da companhia.

Além disso, ele deve acompanhar os pontos fracos e fortes de uma empresa em relação à administração de seus recebíveis, garantindo que as operações financeiras corram bem.

Portanto, fica muito claro o que é CFO: é um profissional que atua como uma espécie de tesoureiro, uma vez que cuida das finanças e contabilidade de uma companhia.

Ele garante, por exemplo, a entrega dos relatórios e demonstrativos financeiros da empresa de forma correta e precisa. Seu trabalho é, portanto, fundamental para avaliar ativos de renda variável, como ações e fundos imobiliários.

O que faz um CFO?

A função do CFO é, de forma geral, tomar as decisões corretas de investimento pela companhia. Além disso, ele deve fazer cálculos e previsões para entender qual a melhor forma possível de estrutura de capital para a sua organização.

De fato: esse profissional se reporta ao presidente executivo da empresa, conhecido também como CEO. Como a gestão financeira de uma empresa é fundamental, o CFO é um dos profissionais mais importantes da empresa.

Portanto, fica a cargo dele o gerenciamento de custos e de ganhos de capital. Esse profissional visa aumentar os lucros enquanto mantém a menor quantidade de despesas possível.

Sendo assim, ele é um dos profissionais com maior responsabilidade pelas finanças de uma empresa. É ele quem decide como investir o capital da empresa, considerando fatores como risco, liquidez e rentabilidade de um investimento.

Por exemplo: quando uma empresa de varejo deseja expandir e ter uma nova unidade, é esse o profissional que deve avaliar se o investimento é viável ou se trata-se de uma má decisão de negócios.

A carreira de CFO, de fato, é muito desafiadora e exige tanto conhecimentos sobre finanças quanto sobre gestão, sendo então um profissional muito capacitado.

Isso porque esse é um cargo que exige dinamismo para que a empresa seja capaz de lidar com diversas imprevisibilidades, como cenários econômicos desafiadores, novos concorrentes e até mesmo mudanças nos hábitos de consumo.

Qual a diferença entre CFO e CEO?

De fato, muitas pessoas que não têm contato com o mundo corporativo e o mercado financeiro podem não compreender a diferença entre CEO e CFO. Portanto, é bom saber diferenciar esses profissionais.

Primeiramente, o CFO, como já foi abordado, é o diretor financeiro da empresa. Ele é quem cuida da boa gestão das finanças da companhia.

Sendo assim, esse profissional é quem deve cuidar das atividades fiscais da empresa, garantindo que a empresa siga todas as normas e legislações impostos pelos governos federal, estadual e municipal – bem como agentes do mercado financeiro.

Por outro lado, o CEO é o diretor executivo da empresa. Costuma ser o funcionário mais importante, uma vez que tem a visão estratégica da empresa. Dessa forma, ele costuma ser uma peça fundamental nos quadros da companhia.

Ambos os executivos trabalham lado a lado para executar as melhores decisões das empresas, devendo ter um alinhamento em relação ao futuro da empresa.

Sendo assim, um fundo de ações pode olhar com atenção para o quadro de executivos da empresa antes de decidir pelo investimento. Afinal, uma empresa com bons profissionais pode gerar muito valor aos cotistas do fundo.

Qual é a importância do CFO?

A importância do CFO é muito elevada, pois este profissional ajuda o CEO na previsão de fluxos de caixa futuros de investimentos da empresa. 

Além disso, ele pode auxiliar na avaliação do retorno sobre um investimento ou de um financiamento, avaliando riscos, possibilidades, cenários favoráveis e desfavoráveis, além de outros pontos importantes. 

De forma geral, em uma empresa de capital aberto, essa posição costuma ser uma das mais importantes nos quadros da companhia. No geral, ele está apenas abaixo do CEO e do COO, o diretor de operações.

Entretanto, cada empresa tem a sua dinâmica e, em alguns casos, ele pode ter ainda mais relevância nos quadros da companhia – especialmente se a empresa estiver em um momento de reestruturação de empresas.

Por exemplo: se uma companhia está performando mal, um CFO pode ser contratado para buscar oportunidades de investimento mais rentáveis, além de se desfazer de operações que não são lucrativas para a empresa. 

Assim, esse profissional é fundamental para qualquer empresa de capital aberto, pois sua gestão impacta diretamente a decisão de gestores de fundos de investimentos e reflete, portanto, no preço dos ativos.

Você ainda tem alguma questão sobre o CFO e sua atuação nas empresas? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é taxa Selic?
O que é IPCA acumulado?
O que é IOF?