Inteligência Artificial

Uso de IA já não é mais uma escolha, diz Marcelo Braga, CEO da IBM

Executivo esteve presente no evento A.I. Forum 2024, realizado pela EXAME e IBM, e falou sobre os dilemas de decisores na era da inteligência artificial

Marcelo Braga, CEO da IBM, durante o evento A.I Forum 2024, feito em parceria com a EXAME (Exame/IBM/Divulgação)

Marcelo Braga, CEO da IBM, durante o evento A.I Forum 2024, feito em parceria com a EXAME (Exame/IBM/Divulgação)

Laura Pancini
Laura Pancini

Repórter de Tecnologia e Inteligência Artificial

Publicado em 18 de junho de 2024 às 14h36.

Última atualização em 18 de junho de 2024 às 20h19.

Tudo sobreInteligência artificial
Saiba mais

Nesta terça-feira, 18, acontece o A.I. Forum 2024, evento realizado pela EXAME e IBM que vem para levantar as principais discussões, insights e tendências sobre a inteligência artificial hoje e nos próximos anos. Durante o evento, Marcelo Braga, CEO da IBM, abordou os desafios e a pressão que os líderes empresariais enfrentam em relação à adoção de IA.

"Empresas que não tinham investido pesadamente em IA estão pressionadas para fazer algo", afirmou Braga, que disse que um estudo da IBM indica que 75% dos CEOs se sentem pressionados a fazer algo com inteligência artificial.

Ao mesmo tempo, o executivo destaca que, particularmente na América Latina, o Brasil é um protagonista na aceleração do uso de IA. Ainda segundo a pesquisa, 67% dos entrevistados responderam que aceleraram muito a adoção de inteligência artificial em suas empresas nos últimos 24 meses, contra 59% da média global.

IBM lança Granite, IA de código aberto que supera modelos feitos pela Meta

Braga enfatizou a inevitabilidade da IA nos dias atuais: "O uso de IA já não é mais uma escolha. Ela está presente no nosso dia a dia e ficará mais e mais. Ela pode revolucionar a forma como os negócios são feitos, como podemos tomar decisões mais rápidas e processos podem ser revistos — não é mais redesenhado, é literalmente revisto."

O executivo também abordou qual o papel dos decisores na criação de estratégias eficazes para a adoção da IA. "Todas as empresas estão olhando o poder revolucionário da IA para seus negócios. Existem várias formas de adotá-la, mas acho que o principal ponto que devemos nos concentrar é como trazer produtividade e eficiência. É a forma mais fácil de capturar valor dentro da IA nos dias de hoje."

Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

Quando a IA se torna ferramenta de vigilância política

Namorada gerada por IA? Aplicativo quer acabar com a 'crise de solidão' no Japão

Cerca de 80% das empresas no Brasil investiram ou vão investir em IA nos próximos 12 meses

OpenAI define cinco níveis para alcançar a inteligência artificial humana

Mais na Exame