• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Mercado de criptomoedas segue bolsas e bitcoin despenca quase 10%

Em dia de volatilidade, criptomoedas disparam e depois despencam em resposta ao aumento da taxa de juro nos Estados Unidos
O bitcoin é cotado a US$ 36.337 no momento (Getty Images/matejmo)
O bitcoin é cotado a US$ 36.337 no momento (Getty Images/matejmo)
Por Mariana Maria SilvaPublicado em 05/05/2022 17:21 | Última atualização em 05/05/2022 17:44Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Surpreendendo investidores, o mercado de criptomoedas despencou na tarde desta quinta-feira, 5. A queda no preço da maioria das criptomoedas não era esperada, pois o bitcoin e as principais criptos apresentavam altas significativas após a superquarta.

Na ocasião, o Federal Reserve anunciou o aumento de meio ponto percentual na taxa de juro americana, o maior desde 2000. Quando o banco central americano aumenta as taxas de juro, isso também aumenta o custo para as instituições financeiras pegarem empréstimos, causando um efeito dominó que vai até as taxas de cartão de crédito dos consumidores comuns. A intenção de medidas como esta é desacelerar ou reverter a inflação, tornando o dinheiro mais caro.

Como resposta ao anúncio, as principais criptomoedas reagiram positivamente, em movimentos que tiraram o mercado da mesmice que vinha enfrentando nas últimas semanas. No entanto, a alegria dos investidores durou pouco, e logo virou decepção.

Depois de uma manhã positiva, o bitcoin e a maioria das criptomoedas voltaram para o vermelho, e desta vez com perdas que o mercado não via há semanas entre as principais criptos. O bitcoin, por exemplo, é cotado a US$ 36.284 no momento, com queda de 9% nas últimas 24 horas. Já o ether, a criptomoeda nativa da rede Ethereum, é cotado a US$ 2.728 e apresenta queda de 7,8%, de acordo com dados do CoinGecko.

(Mynt/Divulgação)

A analista técnica Katie Stockton, da Fairlead Strategies, revelou ao Business Insider que acredita que o declínio do bitcoin pode piorar. "Como o indicador mensal de convergência/divergência da média móvel está em um sinal de 'venda', e os osciladores estocásticos mensais estão apontando para baixo acima dos níveis de sobrevenda, há espaço para mais queda nos próximos meses", explicou Stockton.

Com exceção das stablecoins, que são criptomoedas cujo valor é estável e atrelado ao preço de ativos reais como o dólar, todas as 50 moedas no topo do ranking de valor de mercado apresentam queda nos preços. As que lideram o movimento são a GMT, do aplicativo move-to-earn STEPN, e a ApeCoin, moeda oficial do metaverso da Bored Ape Yacht Club, com perdas de 19,13% e 17,98%, respectivamente, de acordo com o CoinMarketCap.

A razão apontada por especialistas para o movimento de reversão surpreendente é a correlação das criptomoedas ao mercado tradicional. Enquanto os principais índices apresentam queda nesta quinta-feira, 5, os criptoativos adicionaram uma dose a mais de volatilidade ao mix. “Como passamos a ter mais adoção institucional e de investidores tradicionais nos últimos dois anos, é normal que [o bitcoin] tenha uma correlação e passe a se movimentar mais em consonância com outros ativos de risco”, explicou o head de Digital Assets do BTG Pactual, André Portilho.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok