Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

O bilionário Mark Cuban já é conhecido no mercado de criptoativos por investir em diferentes projetos e defender o potencial do setor. Entretanto, mesmo a longa experiência do investidor não evitou que ele caísse em um golpe, perdendo cerca de US$ 870 mil (R$ 4 milhões, na cotação atual) em criptomoedas.

O golpe foi identificado por integrantes do ecossistema cripto na noite da última sexta-feira, 15, com usuários nas redes sociais apontando movimentações incomuns de diferentes ativos na carteira digital de Cuban após um período de 160 dias de inatividade.

Entre as criptomoedas que foram movimentadas estão o matic, do blockchain Polygon, e as stablecoins pareadas ao dólar Tether (USDT) e USDC. A carteira não chegou a ser completamente esvaziada, mas perdeu uma parte considerável dos ativos adquiridos pelo bilionário ao longo dos anos.

Ao site de notícias DLNews, Mark Cuban confirmou a perda das criptomoedas e disse que foi vítima de um golpe de phishing envolvendo o download de uma ferramenta falsa do aplicativo da MetaMask, uma fornecedora de carteiras digitais para o armazenamento de criptoativos.

Os golpes de phishing são comuns dentro e fora do mercado cripto. Em geral, eles envolvem estratégias de engenharia social para enganar investidores, convencendo-os de que eles estão tendo acesso a comunicados e pedidos oficiais de empresas e obtendo dados e permissões necessárias para movimentar fundos.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Golpes no mercado cripto

O bitcoin, o ether e outros criptoativos, com sua crescente popularidade e valor de mercado, têm se tornado um alvo especialmente atraente para golpes de phishing nos últimos anos, como aponta o executivo César Fellix em um artigo exclusivo para a EXAME.

O golpe contra Mark Cuban ocorreu alguns dias depois de outra figura importante no mercado cripto ser usada para um roubo milionário a partir de um golpe de phishing. Vitalik Buterin, um dos fundadores do blockchain Ethereum, teve a sua conta no X, antigo Twitter, invadida por golpistas, que usaram estratégias de phishing e roubaram mais de US$ 1 milhão de seguidores do desenvolvedor.

O golpe ocorreu no dia 9 de setembro, após uma publicação na conta de Buterin. No post, o perfil anunciava o lançamento de uma coleção comemorativa de tokens não fungíveis (NFTs, na sigla em inglês) que teria sido lançada pela empresa Consensys e seria distribuída de graça.

A publicação contava com um link para um site que pedia aos usuários algumas informações pessoais  e também criava uma conexão com carteiras digitais para poder enviar o NFT. Entretanto, a partir dessas informações, os golpistas conseguiram roubar criptoativos que estavam armazenados nesses endereços.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

ver mais
OAB autoriza atuação de advogados no metaverso com criação de "avatares"
Future of Money

OAB autoriza atuação de advogados no metaverso com criação de "avatares"

Há 3 horas
Analista do BTG Pactual explica momento do mercado cripto e perspectivas para 2024
Future of Money

Analista do BTG Pactual explica momento do mercado cripto e perspectivas para 2024

Há 4 horas
Ernst & Young diz que blockchains privados "não geram adoção" de usuários
Future of Money

Ernst & Young diz que blockchains privados "não geram adoção" de usuários

Há 19 horas
Desenvolvedor pede para ChatGPT criar criptomoeda e ganha R$ 60 milhões
Future of Money

Desenvolvedor pede para ChatGPT criar criptomoeda e ganha R$ 60 milhões

Há 21 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais