Ações de empresas de mineração cripto disparam após alta do bitcoin e ETH

As altas no preço do bitcoin e do ether impulsionaram o mesmo movimento nas ações de empresas de mineração como Marathon Digital e Riot Blockchain
Empresas de mineração listadas em bolsa tiveram forte alta, acompanhando movimento do mercado cripto (TERADAT SANTIVIVUT/Getty Images)
Empresas de mineração listadas em bolsa tiveram forte alta, acompanhando movimento do mercado cripto (TERADAT SANTIVIVUT/Getty Images)
Por CoindeskPublicado em 09/11/2021 10:34 | Última atualização em 09/11/2021 13:53Tempo de Leitura: 3 min de leitura

As ações de empresas de mineração de criptomoedas, que estão diretamente expostas às oscilações nos preços das moedas que mineram, subiram significativamente nesta segunda-feira, 8, após o preço do bitcoin se aproximar de sua máxima histórica em 66.999 dólares, e o ether, criptomoeda nativa do Ethereum, bater novos recordes de preço.

Entre as mineradoras de criptomoedas, a Marathon Digital liderou o movimento de alta nesta segunda-feira, 8, com suas ações subindo quase 20%, enquanto as da Riot Blockchain subiram 17%.

As ações de outras mineradoras como Bit Digital, Bitfarms, Hive Blockchain, Hut 8, Cleanspark, Sphere 3D e Greenidge Generation, também subiram mais de 10%. Enquanto isso, as ações da Stronghold, Argo e Cipher subiram mais de 5% cada.

O preço das ações de mineradoras subiram em grande parte por conta da ação nos preços das criptomoedas, já que sua principal receita vem da mineração de criptomoedas e da sua posse em seus balanços.

Com os preços do bitcoin ultrapassando os 60 mil dólares, as mineradoras, grandes ou pequenas, continuam lucrando e liderando um movimento de alta no capital entrando no setor. Assim, cada vez mais empresas mergulham no ramo da mineração de criptomoedas.

“Com as margens de mineração do bitcoin em alta de 90%, o capital flui agressivamente para dentro do setor, o que esperamos que faça com que a mineração de bitcoin se torne mais institucionalizada”, afirmou o analista do BTIG Gregory Lewis.

Além disso, Lewis destacou que o custo médio, em termos de eletricidade, pode variar entre 5 e 14 mil dólares por bitcoin, implicando uma margem de lucro aumentada para as mineradoras cunhando moedas nos preços atuais do bitcoin.

Para contextualizar a margem de lucro, uma das maiores mineradoras de bitcoin, a Marathon Digital, afirmou em uma apresentação em setembro que o seu custo de mineração é de aproximadamente 5.612 dólares por bitcoin, com uma margem de por volta de 85%, quando todas as suas máquinas forem implementadas.

Outra empresa ligada às criptomoedas, a MicroStrategy, que é geralmente vista como uma representante do bitcoin, teve alta de 9% em suas ações, enquanto as da corretora de criptomoedas Coinbase Global, subiu 7%. O preço das ações da Robinhood Markets, ambiente onde muitos usuários negociam criptomoedas, esteve majoritariamente consolidado nesta segunda-feira, 8.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube