5 passos para fazer a transformação ESG na sua empresa

Apesar de entenderem sua urgência, muitas empresas ainda patinam na agenda. Segundo especialista, sucesso na agenda vai muito além de boa vontade. Exige método.
Liderança: empresas têm investido em formar líderes com habilidades ESG (Klaus Vedfelt/Getty Images)
Liderança: empresas têm investido em formar líderes com habilidades ESG (Klaus Vedfelt/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 20/09/2022 às 10:53.

Última atualização em 26/09/2022 às 10:11.

São Paulo — O mundo dos negócios está passando por uma verdadeira revolução — e ela atende pelo nome de ESG. Como mostramos nesta reportagem, há pelo menos três razões pelas quais a busca pelo tema cresceu 1200% só nos últimos 2 anos.

Não à toa, essa agenda já está sendo tratada como prioridade máxima por 48% dos CEOs brasileiros, o que representa um aumento de 65% em apenas um ano, segundo estudo do IBM Institute for Business Value (IBV).

O problema é que, apesar de entenderem sua urgência, muitas empresas ainda patinam nesta jornada. Nesta outra matéria, nós listamos os 3 erros que mais impedem as empresas de alavancarem sua agenda ESG.

A essa altura, é provável que você, empresário, CEO, diretor, gerente ou líder na sua empresa, esteja se perguntando: como tirar essa agenda do papel e implementar uma estratégia ESG bem sucedida na minha empresa? 

Para Renata Faber, diretora de ESG da Exame e autora do Ebook gratuito Empresa de Impacto ESG, há 5 passos fundamentais para emplacar esta agenda.

1 - Compreenda por que ESG representa uma oportunidade

Segundo Faber, empresas que incluem o ESG no centro de suas estratégias tendem a utilizar recursos de forma inteligente, fidelizar mais clientes, inovar mais, reter talentos e atrair mais investidores.

“Entender que ESG não é só um custo, mas uma grande oportunidade, é um ponto de partida importantíssimo para tirar qualquer empresa da inércia nessa agenda”, explica. Não à toa, a especialista lembra que empresas listadas com alto padrão ESG têm performado historicamente melhor do que seus pares em diferentes países, inclusive no Brasil.

“Se comparamos o Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bolsa brasileira com o Ibovespa, é possível notar que não apenas essas empresas valorizaram mais, como elas são mais resilientes em momentos de crise.”

2 - Entenda onde a sua empresa está posicionada hoje

O ESG é uma jornada, e para definir onde sua empresa quer chegar, é preciso mapear como ela está posicionada hoje em cada uma das letras.

Essa etapa pressupõe a medição de impactos, desafios, riscos e oportunidades. Tudo isso levando em conta as preocupações de stakeholders (partes do ecossistema de uma empresa) e os requisitos utilizados por investidores ou por iniciativas setoriais.

“Além do estudo de benchmark, já existem hoje boas ferramentas e metodologias para identificar quais são os principais gaps da sua empresa e as oportunidades na agenda ESG para o seu segmento”, ressalta.

Quer alavancar os resultados da sua empresa com ESG? Baixe de graça o Ebook Gratuito Empresa de Impacto ESG aqui.

3 - Defina objetivos em ESG e estabeleça prioridades

Os dados colhidos no item 2 devem ser utilizados para traçar objetivos mensuráveis, com ações de curto, médio e longo prazo. “Essa especificidade é o que separa um sonho de um objetivo concreto”, explica Faber.

Um dos erros mais comuns nesta etapa, porém, está na priorização de tarefas. Para que a agenda ESG avance de forma estratégica, é necessário aplicar o conceito de materialidade. 

A materialidade nada mais é que aquilo que é mais relevante do ponto de vista da empresa e todos seus stakeholders. “Aqui estamos falando de clientes, colaboradores, fornecedores, investidores, as comunidades no entorno, e como cada letra do ESG impacta cada um desses grupos”.

4 - Engaje e treine a alta liderança

Aqui entra um ponto que separa as empresas que prosperam nessa agenda daquelas que ficam no meio do caminho. Segundo Faber, é preciso identificar quem serão os embaixadores da transformação ESG dentro da empresa, e priorizar o desenvolvimento dessas lideranças no assunto.

“O exemplo precisa vir de cima. E é importante que esses CEOs, diretores, gerentes e lideranças escolhidas para encabeçar essa pauta estejam próximos das áreas que são mais materiais para aquela empresa”, recomenda.

5 - Coloque todos os colaboradores na mesma página 

Para que uma empresa atinja resultados e evite incorrer no chamado greenwashing (quando seu discurso não corresponde às suas ações práticas), todos seus colaboradores devem entender do que se trata essa agenda e qual o papel de cada um deles para alavancá-la.

Isso pode ser feito por meio de treinamentos externos ou promovidos pelas próprias lideranças, desde que elas dominem o assunto.

“Uma empresa que tem ESG na liderança, mas não respira isso nos corredores a nível de indivíduo, não é uma empresa de alto padrão ESG”. 

Líderes ESG: contratar ou treinar?

Um relatório da CFA Institute de dezembro do ano passado mostrou que, dentre 1 milhão de profissionais de investimentos no LinkedIn, menos de 1% tinha formação na área de ESG.

Isso significa que é possível, mas desafiador encontrar profissionais prontos no mercado para liderar essa agenda nas empresas.

Mais do que isso, nem sempre o profissional especializado em ESG conhece bem o segmento ou a cultura do negócio em questão.

Neste contexto, avalia Faber, o treinamento interno de lideranças tem se mostrado um caminho vencedor para o sucesso dessa estratégia.“Como diz o Andrew Grove, ex-CEO da Intel, o treinamento é uma das atividades de maior alavancagem do gestor. E eu assino embaixo”, diz Faber.

O Método Exame de ESG

Pensando em empresas que querem alavancar sua agenda ESG, mas não sabem como começar ou dar o próximo passo, a Exame Academy criou uma solução personalizada para lideranças.

O ESG Day, como é chamado, é uma imersão para CEOs, diretores e outros gestores feita sob medida para a realidade de cada empresa.

“No ESG Day, nós nos reunimos com as principais lideranças da empresa participante para mentorá-las e fazer uma análise top-down do seu setor, começando pelo ESG no mundo, passando pelo benchmark daquele segmento e finalmente entrando na realidade daquela empresa”, explica Faber.

Em dois anos, o programa da Exame Academy para empresas já atingiu mais de 5 mil profissionais, com 80 empresas atendidas, entre elas empresas líderes em seus segmentos, como Drogasil, Nivea, Votorantim, Claro e Necton.

Se você ficou interessado em alavancar o ESG na sua empresa com o Método Exame, você pode marcar uma reunião estratégica sem compromisso com um de nossos consultores clicando aqui. Após o clique, você será direcionado para um chat e nós entenderemos juntos se a sua empresa é elegível para nosso programa de imersões.

Quer alavancar os resultados da sua empresa com ESG? Baixe de graça o Ebook Gratuito Empresa de Impacto ESG aqui.