Número de divórcios aumentou 48% em 2011

Aumento é explicado pela extinção dos prazos para a realização do divórcio

São Paulo - Quer casar? Case. Se não der certo, existe o divórcio. Alguém duvida disso? Se duvidar, não está antenado com as tendências matrimoniais que prevalecem hoje em dia.

O divórcio é, cada vez mais, um recurso para solucionar uniões que vão mal das pernas e talvez já tenha deixado de ser a última alternativa do casal. Seja como for, o número de divorciados tem aumentado significativamente, pelo menos no Estado de São Paulo.

Em 2011 os cartórios registraram um aumento de 48,3% nos divórcios em relação a 2010 — ou seja, 13.909 casos. Em parte, esse aumento é explicado pela extinção dos prazos para a realização do divórcio — não é mais necessário esperar um ano, depois de separado judicialmente, ou dois anos, caso a separação não tenha sido formalizada.

Mas a tendência, de todo jeito é clara: os divórcios vêm aumentando ano a ano. Em 2007 foram 4.066; em 2008, 4.451; em 2009, 4.466 e em 2010, 9.377. Desse jeito, casar passou a ser secundário.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.