Massa lidera segundo treino e fecha dia na ponta na China

O piloto cravou 1min35s340 e fechou o dia na frente, depois de o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, ter sido o mais rápido do primeiro treino na pista chinesa
O piloto da Ferrari Felipe Massa em treino da Fórmula 1 na China (Carlos Barria/Reuters)
O piloto da Ferrari Felipe Massa em treino da Fórmula 1 na China (Carlos Barria/Reuters)
D
Da RedaçãoPublicado em 12/04/2013 às 10:18.

Xangai - O brasileiro Felipe Massa deu mais uma prova de força dentro da Ferrari nesta temporada da Fórmula 1 ao liderar a segunda sessão de treinos livres do GP da China, nesta sexta-feira, em Xangai.

O piloto cravou 1min35s340 e fechou o dia na frente, depois de o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, ter sido o mais rápido do primeiro treino na pista chinesa, com um tempo bem inferior de 1min36s717.

Ao fechar os trabalhos desta sexta na liderança, Massa também mostrou que pode estar próximo de conseguir um feito inédito como companheiro de equipe de Fernando Alonso, o terceiro mais rápido desta segunda sessão livre, com a marca de 1min35s755, enquanto o finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, ficou entre os ferraristas, em segundo lugar, com 1min35s492.

Caso volte a ser mais veloz do que Alonso neste sábado, Massa fará o espanhol amargar o fato de que pela primeira vez terá um companheiro de equipe na F1 o superando em cinco treinos consecutivos de classificação para o grid de largada.

Com 22 pontos, Massa tem quatro a mais do que Alonso neste Mundial e levou a melhor sobre o espanhol no grid de largada das últimas quatro corridas, as duas que abriram essa temporada, na Austrália e na Malásia, e as duas últimas de 2012, nos Estados Unidos e no Brasil.

Mais veloz da primeira parte do dia, Rosberg fechou o segundo treino livre em Xangai na quarta colocação, seguido pelo australiano Mark Webber, da Red Bull, e pelo inglês Jenson Button, da McLaren, respectivos quinto e sexto colocados.


E o grupo dos dez primeiros desta segunda sessão foi fechado, nesta ordem, por Lewis Hamilton, da Mercedes, Adrian Sutil, da Force India, Paul di Resta, também da Force India, e pelo alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, este com um discreto décimo lugar.

Vettel, por sua vez, foi superado pelo companheiro de equipe, Webber, pelo segundo treino seguido, depois de o australiano ter encerrado a primeira parte dos trabalhos no terceiro lugar, deixando o tricampeão mundial logo atrás dele, em quarto.

E Webber bateu o alemão depois de os dois terem entrado em conflito no GP da Malásia, onde Vettel desrespeitou uma ordem de equipe e ultrapassou o parceiro para ficar depois com a vitória na corrida asiática.

Já o mexicano Sergio Pérez, que amargou um acidente bizarro no primeiro treino livre do dia, foi apenas o 11.º no segundo com a sua McLaren.

O treino de classificação para o grid de largada do GP da China será disputado às 3 horas (de Brasília) deste sábado, enquanto a prova está marcada para começar às 4 horas de domingo.