Hugh Jackman testa positivo para covid e musical é cancelado

Jackman testou positivo após sua coestrela Sutton Foster adoecer com o coronavírus na semana passada, e ser substituída por uma suplente
 (Peter Nicholls/Reuters)
(Peter Nicholls/Reuters)
Por ReutersPublicado em 28/12/2021 19:52 | Última atualização em 28/12/2021 20:01Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O revival do musical da Broadway The Music Man, o espetáculo mais badalado de Nova York, teve de cancelar nesta terça-feira suas apresentações por cinco dias após o astro Hugh Jackman testar positivo para a covid-19.

O mundo está mais complexo, mas dá para começar com o básico. Veja como, no Manual do Investidor 

No último dos espetáculos da cidade a ser vitimado pela nova onda de coronavírus, Jackman disse em sua conta no Twitter que tinha apenas sintomas leves, incluindo a garganta irritada e o nariz escorrendo, e que em breve ele seria liberado para estar novamente no palco.

Os produtores anunciaram que todas as exibições do musical seriam canceladas até o dia 1º de janeiro.

Jackman testou positivo após sua coestrela Sutton Foster adoecer com o coronavírus na semana passada, e ser substituída por uma suplente. Foster retorna no dia 2 de janeiro, mas Jackman deve ficar de fora até o dia 6 de janeiro.

Dezenas de espetáculos, entre eles Hamilton, O Rei Leão e Aladdin, foram forçados a cancelar apresentações nas últimas duas semanas, enquanto o vírus se alastra pela cidade apesar da obrigatoriedade da vacina para elenco, equipe e público.

Alguns deles, como o show de Natal dos Rockettes no Radio City Music Hall, foi suspenso completamente, enquanto musicais como Jagged Little Pill e Ain't Too Proud fecharam semanas antes do que era previsto por conta do avanço de casos e baixas vendas de ingressos durante a normalmente movimentada temporada de final de ano.