Evino começa testar adegas compartilhadas em escritório da WeWork

Nas opções tinto, branco e rosé, o consumidor poderá escolher entre 24 marcas, em lata ou garrafa, pagar e retirar na hora

As máquinas de Coca-Cola e snacks (ou até mesmo de alugar guarda-chuvas) já são populares e estão presentes em estações de metrô, prédios comerciais e condomínios, mas o e-commerce de vinhos Evino quer que você também leve para casa uma lata ou garrafa de tinto, branco ou rosé após o expediente.

Por enquanto, a adega móvel e compartilhada é um projeto-piloto da Evino, que está testando a viabilidade das máquinas se tornarem um novo canal de vendas da marca. O endereço escolhido para receber o protótipo foi o número 1374 da Av. Paulista, dentro de um escritório da WeWork

A localização foi escolhida devido ao número significativo de funcionários e visitantes que passam (ou passavam antes da pandemia) pelos escritórios da WeWork na Av. Paulista, e também pelo perfil de consumo dos que frequentam a região. "Estamos animados para oferecermos aos nossos membros e visitantes mais essa experiência dentro de nossos espaços. Acreditamos na importância de momentos de relaxamento após um dia de trabalho, agora acompanhado por uma taça de vinho" disse Lucas Mendes, diretor geral da WeWork no Brasil.

Além da WeWork, a Evino também selou parceria com a Adega Compartilhada para viabilizar sua vending machine. Por enquanto, a Adega Compartilhada, que é a primeira rede de vending machines de vinhos da América Latina, ficará responsável pela parte logística de importação, implementação, manutenção e gerenciamento das máquinas da Evino. 

Cada adega da Evino comporta até 150 garrafas e o cliente pode escolher entre 24 marcas diferentes, incluindo rótulos próprios do e-commerce, como a linha de vinhos em lata Vibra!, além outras bandeiras, nacionais e importadas, como o tinto espanhol Anciano Gran Reserva 10 years e o português Portada Winemaker's.

As adegas são refrigeradas para garantir que o cliente possa consumir a bebida na hora, no esquema pagou, levou. “Vemos neste projeto piloto mais uma oportunidade de nos aproximarmos dos consumidores. Nosso principal objetivo é facilitar e aumentar o acesso ao mundo do vinho”, disse Eduardo Souza, diretor de marketing da Evino. 

A iniciativa da Evino é inédita entre os grandes e-commerces e clubes de vinho do Brasil, mas não é nova no mercado. Atualmente, quem lidera esse segmento é a própria Adega Compartilhada, parceira da Evino na empreitada. "Esse modelo de negócio é da Adega Compartilhada. O que a Evino está propondo com a parceria são vending machines que tenham exclusivamente nossos rótulos Best Sellers", explica Souza.

Ainda em fase de testes, a Evino não tem previsão se adotará novas adegas desse tipo. O desafio será obter vendas expressivas em escritórios esvaziados pelo home-office.

 

 

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.