A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Com temporada mais 'malandra', Masterchef cresce nas redes sociais

Apesar do baixo desempenho em audiência na TV, o reality culinário da Band é sucesso absoluto na internet; só no YouTube, cerca de 2 milhões de pessoas assistem aos episódios toda semana

Após uma temporada marcada pela pandemia, que obrigou o Masterchef fazer uma mudança significativa no seu formato, neste ano o reality abandonou o esquema de episódios independentes para voltar ao modelo tradicional, com um mesmo elenco de participantes do começo ao fim da temporada. Paola Carossela foi substituída pela chef Helena Rizzo e, além disso, o programa ganhou um pouco mais de "sal, pimenta e tompero" com a chegada de algumas dinâmicas criadas justamente para acirrar a competição. Com isso, ganhou o público, que tem um reality bastante afinado para assistir, e ganhou o Masterchef, que registrou um crescimento expressivo em suas redes sociais.

Com apenas cinco semanas no ar na Band, às terças-feiras às 22h30, as íntegras dos episódios do Masterchef no YouTube já tem 46% mais visualizações do que a média do mesmo período da temporada passada - por lá, cada episódio é assistido por cerca de 2 milhões de pessoas. No Instagram, houve um crescimento de 109% em relação à média de usuários únicos alcançados. E no TikTok, que neste ano se tornou um dos principais patrocinadores da atração, foram mais de 3.5 milhões de views nessas cinco semanas - resultado equivalente a 33% da performance total obtida na temporada passada, que durou 24 semanas.

"A principal diferença desta temporada é que nela o público pode torcer por alguém. E quando fazemos isso, queremos acompanhar. Voltamos a esse modelo 'raiz' e isso se refletiu positivamente nos números", conta Izabela Ianelli, head de digital da Endemol Shine Brasil, detentora do reality. "Além disso, é natural que a gente vá agregando pessoas ao longo dos episódios, porque as pessoas vão conversando e compartilhando. Então, esse números tendem a crescer ainda mais até o final da temporada."

Quando estreou pela primeira vez no Brasil, em 2014, o Masterchef rapidamente se tornou um sucesso absoluto na grande da Band, muito por conta da estratégia adotada pelo programa nas redes sociais, especialmente o Twitter, que permitia ao público acompanhar a competição pela TV e, ao mesmo tempo, discutí-la com os amigos pela "segunda tela", o Twitter. Com frequência, o reality figurava entre os assuntos mais comentados da rede social durante a exibição na TV.

"Nossa estratégia começou no Twitter, e nós fomos expandindo esse potencial de sucesso para outras redes, sempre pensando no público de cada plataforma", explica Ianelli, cuja equipe está sempre de olho no comportamento do público para entender o que funciona em cada rede. "É uma constante conversa aqui, internamente. O nosso ponto principal é a televisão, mas queremos que o Masterchef esteja em contato com a audiência todos os dias."

Os resultados positivos nas redes sociais, entretanto, contrastam com o desempenho não tão bom na televisão. Neste ano, a melhor audiência do programa foi de 2,8 pontos em São Paulo - um recorde para a atual temporada, mas ainda muito abaixo das anteriores. Estaria o programa, então, destinado a se tornar um produto exclusivo para a internet? É o que saberemos com o tempo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também