Vai um 'branded moment' aí?

Especialista em comunicação digital apresenta estudo sobre o comportamento do consumidor de streaming e o crescimento da audiência das plataformas

Você já se encontrou com o seu 'branded moment' hoje? Com certeza já. Ou ainda irá.  Não, não é sobre branded content que estou escrevendo. É sobre aquele momento em que o ser humano se encontra absolutamente encantado por qualquer, qualquer e qualquer programação de streaming que o 'aprisione' sem resistência ao sofá, disposto a dar seu melhor tempo e mais atenção ao que vai ver. Muito além do que qualquer outro comportamento que já tivemos com a telona (que pode ser telinha). Sim, é esse o game que está valendo muito hoje nas plataformas como Netflix, Globoplay ou Amazon, para citar algumas. ​

Quem diz isso é um estudo fresquinho que o grupo Consumoteca acaba de soltar para o mercado: O Futuro do Conteúdo. ​

Esse mundo que criou o 'branded moment' obviamente não é uma construção de ontem. Primeiro foi o Gênesis...daí teve o Philo Farnsworth....depois veio a  TV colorida....bem... 'Game Of Thrones' e seus pares todos! Mas, há 8 meses, temos uma pandemia. Até a TV aberta ganhou um aumento de audiência (aparecendo também como meio mais confiável para 79% da população, segundo Kantar Ibope). Mas para o streaming, diz a pesquisa de tendência da Consumoteca, o ganho é gigante. E não só de números. ​

Mas o que, afinal, é essa tendência de comportamento que está contribuindo para projeções de crescimento de mais de 33% nesse mercado em 2020?​

O estudo identificou que cada vez mais e mais pessoas convivem com as plataformas de streaming como uma de suas melhores companhias. Chega ao ponto de, recorrentemente, 48% irem para o sofá sem nem saber o que vão ver. E esse 'branded moment' é criado por algumas situações bem características (com certeza você vai se identificar com algumas delas): comfort content, conteúdo de maratona, horas no sofá, binge watch e fácil de assistir. Quando o sujeito (nós) se encontra embaixo dessa tempestade perfeita de consumo de conteúdo, ele tá vivendo o 'branded moment'. E as plataformas estão aproveitando esse estado de conexão absoluta para ampliar mais e mais seu alcance e, claro, clientes. E os cases são bacanas!​

Ok, sem mais spoiler.  Essa parte eu não vou contar. Baixe o estudo e veja os cases e as regras de ouro que eles pesquisaram.

* Sócia-diretora Digital&Inovação da FSB Comunicação

 Assine os Boletins da Bússola

Siga Bússola nas redes:  InstagramLinkedin  | Twitter  |   Facebook   |  Youtube 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.