Quem paga esse imposto?

Ainda não se sabe de que reforma tributária se fala, já que o relatório do deputado Aguinaldo Ribeiro até agora é inédito

O presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), exerceu seu poder de condução da agenda legislativa que lhe compete e mandou pautar a reforma tributária. A primeira providência é saber sobre qual reforma tanto se fala. Afinal, o relatório do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas-PB) até agora é inédito.

A promessa é que a faixa de inauguração desse tão ansiado projeto seja cortada na próxima segunda-feira, dia 3. Só aí saberemos os detalhes de quem são os vencedores e perdedores da reforma. O Oscar 2021 passou, mas a estatueta dos impostos deverá ser paga por alguém...

A partir daí a lupa será passada em cada artigo, com a calculadora somando ou subtraindo. Ao final, interesses serão atendidos ou atingidos. É da lógica desse tipo de mudança no sistema de cobrança/pagamento de tributos. E a divisão do bolo, depois.

Fala-se em diminuição e simplificação do sistema. Para isso, alguém terá de receber menos: o governo federal, o estadual ou os municípios. Quem os deputados e senadores aceitarão que receba menos? Quem pagará a conta? O setor privado pagará mais?

Deputados e um terço dos senadores irão às urnas em 2022, ou cerca de um ano após a aprovação da reforma — se tudo ocorrer como tem sido vendido nesta semana. Se os prefeitos perderem parte do bolo, podem debitar as contas em deputados que votaram a favor da reforma. E se as empresas forem prejudicadas, podem se empenhar em trabalhar contra os parlamentares que votaram contra seus interesses...

A reforma tributária mexe com a parte mais emocional da relação social, o bolso. E por isso é tão apaixonante.

Siga Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter  |   Facebook   |  Youtube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.