Um conteúdo Bússola

Medicina Canabinoide é curso de saúde mais procurado em EAD curta na USP

A página do curso foi acessada mais de 11 mil vezes desde que foi lançado
Mais de 200 produtos estão disponíveis pela via de importação (Tinnakorn Jorruang/Getty Images)
Mais de 200 produtos estão disponíveis pela via de importação (Tinnakorn Jorruang/Getty Images)
Por BússolaPublicado em 16/05/2022 11:27 | Última atualização em 16/05/2022 11:27Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O curso de Medicina Canabinoide da Escola de Educação Permanente do Hospital das Clínicas — Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (EEP HCFMUSP), com apenas seis meses de existência, já tem a maior adesão entre médicos e profissionais da saúde que buscam especialização de curta duração no EAD da instituição.

A procura de médicos e dentistas está crescendo no Brasil em razão dos avanços promovidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em relação ao tema. De outubro de 2021 a março de 2022, a página do curso teve mais de 11 mil acessos.

Os brasileiros podem adquirir os produtos de cannabis com fins medicinais de duas maneiras. É possível importar produtos mediante receita simples e autorização da Anvisa assim como comprá-los nas farmácias, com receita controlada. Ao todo, já foram autorizados 14 fármacos para distribuição em farmácias e na via de importação são mais de 200 opções.

O canabidiol, composto com potenciais terapêuticos derivado planta Cannabis sativa, é o principal ativo de todos esses produtos. O uso medicinal desta substância já foi avaliado com resultados positivos em doenças como epilepsia, transtornos de ansiedade, distúrbios do sono, autismo, dentre outros.

O curso Medicina Canabinoide aborda desde as diferentes espécies de plantas que originam os compostos encontrados para uso terapêutico, passando pelas bases fisiológicas e farmacológicas que compõem o sistema endocanabinoide e seus mecanismos de ação, até os diferentes tipos de compostos existentes no mercado e sua real indicação terapêutica, bem como o manejo posológico desses compostos. O objetivo do curso é o domínio do conhecimento dos produtos à base de cannabis.

O programa do curso é ministrado por oito mestres e doutores em áreas correlatas, liderados pelo neurologista Renato Anghinah, professor livre docente em neurologia pela USP e coordenador do curso. “A ciência mundial evolui e traz constantemente novas alternativas para compor o arsenal terapêutico dos profissionais de saúde. O curso é extremamente didático, acessível e com os conteúdos mais recentes de aplicação clínica e análise cientifica mundiais.”

A empresa norte-americana pioneira do mercado no Brasil, a HempMeds, é apoiadora exclusiva do curso. “Desde 2015 capacitamos mais de 1.500 profissionais de saúde com nossos programas técnicos-científicos e temos mais de 50 horas de aulas disponibilizadas gratuitamente em nossa plataforma”, diz o diretor-executivo da empresa no país, Matheus Patelli.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Adeus pílulas! Foodtech lança ômega 3, isotônico e vitaminas efervescentes

63% dos brasileiros escolhem o câncer como prioridade para o Governo

O novo doar: a confiança como base do investimento social