ESG com $ no investimento social

Até meados deste ano, o investimento social da rede BISC já havia somado R$ 2 bilhões

Virou algo corriqueiro ouvir CEOs brasileiros dizerem que a capacidade de mobilização das empresas junto à sociedade para enfrentar a maior crise já vista por esta geração da humanidade será um dos grandes legados da pandemia. Faz todo sentido. A solidariedade que emergiu do caos uniu organizações que nunca tinham feito nenhuma parceria ou que sempre competiram entre si.

Tudo isso foi bonito de ver e acaba de ser demonstrado em números. A Comunitas divulgou nesta última semana a pesquisa BISC (Benchmarking do Investimento Social Corporativo), que compreende 303 grandes grupos brasileiros e 18 institutos ou fundações empresariais.

O levantamento mostra que 100% dessas instituições apoiaram iniciativas de organizações sem fins lucrativos e políticas públicas de governos. E 92% delas suportaram iniciativas realizadas em parceria com outras empresas privadas. Mais da metade (58%) executou ações próprias para mitigar os efeitos da Covid-19 na população.

Para dar conta do recado, abriram o cofre. Em todo o ano de 2019, o investimento social da rede BISC somou R$ 2,5 bilhões. Em 2020, somente até meados de julho, já haviam sido R$ 2 bilhões.

Outro levantamento, feito pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos, aponta que R$ 5,2 bilhões foram doados até o final do mês passado. Apesar de as amostras de empresas serem ligeiramente distintas, já se pode afirmar que o montante de 2020 será mais que o dobro que o do ano passado.

O desafio agora é manter essa chama acesa para o futuro. O perfil do investimento social mudará a partir deste ano, e os programas de voluntariado corporativo devem ser fortalecidos. O aprendizado de 2020 foi enorme. As empresas da rede consolidaram uma lista com as principais recomendações advindas do processo todo.

Destaco cinco delas: 1) montar uma boa estrutura de governança; 2) estabelecer prioridades, critérios claros e transparentes para a alocação de recursos e planejar bem a estratégia de atuação; 3) capacitar colaboradores e voluntários para o uso de novas tecnologias; 4) trabalhar em rede; e 5) adotar boas estratégias de comunicação.

*Sócio-Diretor da Loures Comunicação

Siga Bússola nas redes:  Instagram |  Linkedin  | Twitter  |   Facebook   |  Youtube 

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.