Decisão do STF sobre Moro consolida a candidatura de Lula e a polarização

Governo Bolsonaro tem cada vez menos margem para errar, especialmente quando se trata de vacinação, em plena pandemia

A decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal de declarar a suspeição do então juiz Sergio Moro num caso que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva resolve por enquanto uma das equações conjunturais que compõem o emaranhado jurídico-político brasileiro.

O resultado neutraliza, na prática, qualquer possibilidade de a decisão do ministro Edson Fachin, que determinou que Lula não deveria ter sido julgado em Curitiba, ser revertida no pleno do tribunal. Pode até ser mudado, mas a mudança não terá significado prático.

A possibilidade de Lula ser candidato vai se consolidando, assim como a prematura polaridade com o presidente Jair Bolsonaro. Há um espaço a ser ocupado pela centro-direita, mas aí o palco está muito pulverizado e a batalha dos pretendentes será morro acima.

No Brasil, até o passado é imprevisível, e vamos então aguardar. Mas o governo Bolsonaro vai entrando naquela etapa em que a margem para errar começa a cair exponencialmente. Em especial na pandemia, e mais ainda quando se trata da vacinação.

*Alon Feuerwerker é analista político da FSB Comunicação.

Siga Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter  |   Facebook   |  Youtube

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.