Um conteúdo Bússola

Caninópolis: segredos da animação que conquistou mais de 100 mil crianças

Episódios têm mais de 30 milhões de visualizações no YouTube, e criadores partem para a segunda temporada
 (Bússola/Divulgação)
(Bússola/Divulgação)
B
Bússola

Publicado em 30/06/2021 às 18:19.

Última atualização em 01/07/2021 às 12:55.

Uma cidade habitada por cães. Assim é Caninópolis, a animação musical que está conquistando crianças de todo o Brasil, com a saga de Otto, Mel, Flip, Ralf e Luka.

Criada em 2017, a produção tem mais de 30 milhões de visualizações no canal do YouTube, hoje com mais de 100.000 inscritos. Números que animam as mentes brilhantes por trás dos clipes. “Já produzimos 21 animações e estamos dedicando nossas energias na produção de uma nova temporada que deve estrear em setembro”, diz Rafael Frota, idealizador do projeto, ao lado do também publicitário Renato Blanco.

Frota afirma que o projeto nasceu da necessidade de criar conteúdos de qualidade para entretenimento de seus próprios filhos. “Mas não queríamos apenas lançar as peças. Queríamos agregar valor ao produto, e foi isso que nos incentivou a buscar uma linguagem que conversasse diretamente com o nosso público e investimos em um estudo psicopedagógico orientado para crianças em fase pré-escolar”, relata o empreendedor.

Desenvolvidos a partir de temas indicados por um psicopedagogo, os episódios têm composições musicais próprias e roteiros repletos de referências para fazer sentido não apenas para as crianças, mas também para os pais. A animação aborda assuntos como amizade, família e as melhores lembranças da infância, com uma linguagem adaptada.

Para tornar o projeto viável, a dupla de empreendedores contou com a parceria de outros três sócios com perfis mais técnicos: Ciro de Castro, Renker Amantea e Walter Amantea, todos com larga experiência em roteiro, animação e música, que contribuíram com o aprimoramento do material a partir da implementação de técnicas mais avançadas.

Um desafio bom pra cachorro

Para tirar o projeto do papel e fazer o negócio dar certo foi preciso levar para a ponta do lápis todos os custos de um entretenimento desse porte. “É caro produzir conteúdo com qualidade. Além disso, organizar uma produção em grandes quantidades para competir com produtos mais simples exige entendimento do setor e uma estratégia para não errar. Fizemos o dever de casa e investimos mais de 350.000 reais para desenvolver os protótipos e as duas temporadas, que, juntas, somam cerca de 50 minutos de animação”, diz Rafael.

Parceiros de longa data, eles têm história no ramo de animação. A dupla se conheceu em uma empresa em Brasília, quando fazia estágio em um projeto de animação e foi a paixão pelo universo das animações que inspirou a sociedade.

O primeiro passo foi unir as habilidades individuais no segmento de comunicação e assim nasceu a Agência Klimt Publicidade, hoje com 13 anos de atuação. De lá para cá, o desejo de criar novos projetos juntos se fortaleceu e se concretizou com o nascimento dos filhos de ambos.

(Bússola/Divulgação)

“Quando a complexidade e as peculiaridades do universo infantil começaram a fazer parte do nosso dia a dia, esse projeto ganhou corpo. Queríamos entregar a este público algo diferente. Algo novo. Feito de um tema que temos conhecimento”, diz o parceiro Renato Blanco.

Blanco fala ainda da vontade de promover um produto qualificado para seus filhos e expor o potencial criativo e técnico da dupla de sócios. “Criamos e fizemos dar certo com os pequeninos e uma demanda por mais animações começou a ser um negócio tangível para a gente.”

Companhias de grande porte e canais de TV fechados ofereceram aos sócios licenciamento das animações e, na internet, pipocaram pedidos por produtos para festas de aniversário, brinquedos e roupas e também por licenciamento dos personagens para projetos educativos. Focados no crescimento, os empresários já desenvolvem novos projetos para o mercado.

“Temos vários planos e projetos de parceria que estamos estruturando dentro de nossas estratégias para avançarmos nesse mercado tão exigente e competitivo. Hoje, nosso foco é expandir entre os fãs da marca com conteúdos de qualidade, e assim conquistar investidores que nos ajudem a acelerar nossos resultados”, diz Renato.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Veja também