Produção de veículos cresce 15,3% no bimestre

Exportações tiveram expansão de 16,4% em volume, e de 28,7% em valores no mesmo período

São Paulo – Em meio a diversas ações do Banco Central para esfriar a economia, a produção de autoveículos, que inclui automovéis, caminhões e ônibus, cresceu 15,3% no bimestre em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 572,4 mil unidades. O resultado do início deste ano é impulsionado pela maior quantidade de dias úteis (41 dias contra 39 dias) já que o carnaval de 2011 é em março e não em fevereiro como foi no ano passado. No acumulado em 12 meses, a expansão é de 13,1%, com 3,72 milhões de unidades. A meta das montadoras é fabricar 3,68 milhões de autoveículos neste ano, o que representa um avanço de 1,1% em relação ao recorde registrado no ano passado. 

O balanço divulgado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) na manhã desta sexta-feira (4) aponta que as exportações tiveram alta de 16,4% no primeiro bimestre, num total de 118,2 mil veículos. Em valores, as vendas ao exterior, que nesse caso incluem as máquinas agrícolas, subiram 28,7%, totalizando US$ 2,04 bilhões. As estimativas dos empresários do setor para o ano são de queda de 4,7% em volume, e de alta de 1,6% em valores.

As vendas no mercado interno, representadas pelos dados de licenciamento do Renavam/Denatran, aumentaram 19,5% nos dois primeiros meses do ano na comparação com o mesmo período de 2010, totalizando 519 mil unidades. No acumulado em 12 meses, o crescimento é de 13,2%, com 3,60 milhões de veículos. A previsão dos fabricantes é de vender 5% a mais do que no ano passado, quando foi estabelecido um novo recorde.

Fonte: Anfavea
Autoveículos Janeiro/11 Fevereiro/11 Acumulado em 2011
Produção 261,8 mil unidades 310,7 mil unidades 572,4 mil unidades
Exportação  53,61 mil unidades 64,56 mil unidades 118,2 mil unidades
Exportação US$ 942,1 milhões US$ 1,098 bilhão  US$ 2,04 bilhões
Vendas no Brasil 244,9 mil unidades 274,2 mil unidades 519,0 mil unidades

Após sete meses consecutivos de alta, a participação de veículos importados no mercado interno caiu de 23,5% em janeiro para 22,6% em fevereiro. Do total de automóveis licenciados no mês passado, 45,8% têm motor 1.0, o menor percentual desde julho do ano passado. Os veículos flex continuam dominando o mercado, com participação de 85,3% nas vendas.

Em fevereiro, as montadoras aumentaram em 0,6% o quadro de funcionários, chegando a um total de 138.447 pessoas. Foram criados 787 empregos, sendo 612 vagas na produção de autoveículos e 175 na fabricação de máquinas agrícolas. 

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.