Brasil

Prefeitura de Porto Alegre volta a fechar comportas do Guaíba para evitar que água entre na cidade

Desde o último fim de semana, tempo está instável no estado e nível do lago está acima da cota de alerta

Funcionários fazem limpeza de rua após enchente que atingiu toda a cidade (Bruno Peres/Agência Brasil)

Funcionários fazem limpeza de rua após enchente que atingiu toda a cidade (Bruno Peres/Agência Brasil)

Publicado em 24 de junho de 2024 às 12h13.

A prefeitura de Porto Alegre (RS) fechou nesta segunda-feira, 24, três comportas que fazem parte do sistema de barragem do lago Guaíba. Foram vedadas as comportas 4 (avenida Sepúlveda), 6 (Catamarã) e 11 (avenida São Pedro). Outras seis estão fechadas permanentemente e três seguem protegidas por bags de ráfia, preenchidas por areia e cimento. Os portões 1 e 2 permanecerão, inicialmente, abertos.

A medida tem como objetivo prevenir que a água entre na cidade, uma vez que o tempo no estado está instável desde o fim de semana. 

De acordo com os  Dados Hidrológicos DRHS/SEMA, responsável por registrar a medição dos rios do estado e do lago Guaíba, desde a última-feira, 21, o níbvel do lago tem subido gradativamente e já ultrapassou a referência de alerta de 3,15 metros.

A última medição, realizada às 10h desta segunda-feira, 24, mostrou que as águas chegaram na altura de 3,38 metros. Um pouco abaixo da cota de inundação de 2,60 metros.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do Sul

Mais de Brasil

Aos 78 anos, morre o ex-governador do Acre Romildo Magalhães

Morre o jornalista Sérgio Cabral, pai, aos 87 anos

Dunga, ex-técnico da Seleção Brasileira, e sua esposa sofrem acidente de carro no Paraná

PF apreende 12 milhões de maços de cigarros em São Paulo em maior operação na história

Mais na Exame