Paim lê parecer alternativo e pede rejeição à reforma trabalhista

Documento do senador Paulo Paim (PT-RS) trata especialmente de três temas: condições de trabalho, organização sindical e negociações coletivas

Brasília – O senador Paulo Paim (PT-RS) iniciou na manhã desta terça-feira, 6, a apresentação de um voto em separado sobre a reforma trabalhista.

O voto em separado funciona, na prática, como um parecer alternativo que pode ou não ser apreciado pelos demais senadores.

O parecer do senador petista defende a rejeição integral ao projeto da reforma trabalhista e o documento trata especialmente de três temas: condições de trabalho, organização sindical e negociações coletivas.

Sobre a alteração das condições de trabalho, o parecer de Paim cita que a flexibilização de regras “significará inserção no mercado de trabalho com menor proteção”. “A heterogeneidade do mercado de trabalho vai aumentar”, cita o documento que é lido neste momento pelo senador gaúcho.

O texto tem fortes críticas às novidades previstas na reforma, como o contrato intermitente e os novos contratos temporários.

Outro item no relatório trata da organização sindical. No voto em separado, Paim cita que o projeto não favorece o trabalhador e sugere que a reforma “deveria estar bem articulada para assegurar a retaguarda necessária ao alcance dos objetivos dos senadores”.

Por fim, as negociações coletivas também são tratadas no documento. Para o senador, o aumento do peso legal das negociações coletivas poderá “na verdade, restringi-la ao estimular negociações individuais e fragmentadas por empresa e permitirá que o piso dos direitos (CLT e demais legislações do trabalho) seja o teto, o qual, inclusive, pode ser rebaixado”.

“Do exposto, o voto é pela rejeição integral do PLC número 38 de 2017”, cita o parecer do senador petista.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.