Funcionários dos Correios decidem sobre greve até segunda

Funcionários dos Correios de Brasília e do Espírito Santo aprovaram as propostas; amanhã a categoria volta a trabalhar nos dois locais

A maioria dos 36 sindicatos dos funcionários dos Correios não conseguiu avaliar as propostas negociadas entre os dirigentes da empresa e representantes dos empregados em reunião no Tribunal Superior do Trabalho (TST) nesta quinta-feira (4).

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares, a proposta não pôde ser votada devido ao horário, pois a reunião do TST durou cinco horas e algumas assembleias tinham sido desfeitas.

Novas assembleias serão feitas entre esta sexta-feira (5) e a próxima segunda-feira (8).

Funcionários dos Correios de Brasília e do Espírito Santo aprovaram as propostas. Amanhã (5) a categoria volta a trabalhar nos dois locais, segundo a federação.

Na capital paulista, a proposta foi rejeitada hoje pelos funcionários. No entanto, o sindicato da região terá outra assembleia na segunda-feira (8) para reavaliação das propostas.

A categoria entrou em greve no dia 26 contra a proposta da privatização e reivindicando melhores condições de trabalho.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.