Dilma volta ao Congresso pela primeira vez desde o impeachment

Ex-presidente participou do seminário Soberania Nacional e Popular, que discutiu supostas desvantagens das privatizações previstas pelo governo Bolsonaro

São Paulo — A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) voltou pela primeira vez ao Congresso Nacional nesta quarta-feira (4) desde que saiu da presidência da República, em agosto de 2016, após ser cassada em um processo de impeachment.

A petista foi recebida pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e por Carlos Lupi, presidente do PDT, partido que compõe o bloco de oposição ao governo Bolsonaro junto ao Partido dos Trabalhadores. A ex-presidente também foi recebida por parlamentares.

Dilma participou do seminário Soberania Nacional e Popular, que se posiciona contras as privatizações previstas pela administração de Jair Bolsonaro. Além da ex-presidente, o candidato derrotado do partido das eleições em 2016, Fernando Haddad, também estava no encontro.

Veja o vídeo:

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.