Brasil
Acompanhe:

CEEE, RGE e AES Sul também foram orientadas a reduzir oferta

Os grupos CPFL, controlador da Rio Grande Energia (RGE), e AES, da AES Sul, já haviam comunicado a redução do fornecimento de energia sob orientação do ONS


	Energia: CPFL e AES reduziram a oferta, mas já restabeleceram integralmente o fornecimento
 (Adriano Machado/Bloomberg)

Energia: CPFL e AES reduziram a oferta, mas já restabeleceram integralmente o fornecimento (Adriano Machado/Bloomberg)

A
André Magnabosco

19 de janeiro de 2015, 16h26

São Paulo - As empresas CEEE, RGE e AES Sul, três companhias de distribuição que atendem o Rio Grande do Sul, também estão na lista das que foram orientadas pelo Operador Nacional do Sistema (ONS) elétrico a reduzir a oferta de energia na tarde desta segunda-feira, 19.

Os grupos CPFL, controlador da Rio Grande Energia (RGE), e AES, da AES Sul, já haviam comunicado a redução do fornecimento de energia sob orientação do ONS.

Os dois grupos reduziram a oferta em 800 MW e 700 MW, respectivamente, mas já restabeleceram integralmente o fornecimento.

A CEEE teve que reduzir a oferta em aproximadamente 100 MW, apurou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

A estatal mineira Cemig também foi orientada pelo ONS a reduzir a oferta.

A companhia, contudo, ainda não informou o volume cortado.