Atual vice de ACM Neto, Bruno Reis é eleito prefeito de Salvador

Campanha foi marcada pela dicotomia entre obras e o cuidado com as pessoas; este será o terceiro mandato do DEM à frente da capital baiana

Com 63,61% dos votos e 70,03% de urnas apuradas, Bruno Reis (DEM) foi eleito prefeito de Salvador neste domingo (15). Atual vice-prefeito da capital baiana na chapa de ACM Neto, de quem é aliado de longa data, Reis esteve na dianteira das pesquisas durante toda a campanha, enquanto PT, PCdoB e Avante se dividiam na disputa pelo segundo lugar. O próximo mandato será o terceiro do DEM na capital baiana, que é administrada pelo partido desde 2013.

Na pesquisa Ibope divulgada neste sábado (14), véspera de eleição, Reis aparecia com 66% das intenções de voto, contra 17% da Major Denice (PT), 6% do Pastor Sargento Isidório (Avante) e 4% de Olívia Santana (PCdoB). O mesmo instituto mediu também a aprovação da administração ACM-Reis pelos soteropolitanos. Enquanto 13% desaprovam a gestão municipal, 82% aprovam - fazendo de ACM o prefeito mais bem avaliado entre as capitais. 

Hoje com 43 anos, Bruno Reis é natural de Juazeiro, no norte da Bahia. Se formou em Direito e fez mestrado em Desenvolvimento e Gestão Social pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Ingressou na política ainda nos anos 90 como estagiário e, posteriormente, assessor na Câmara Municipal de Salvador. Em 2000, como vice-presidente do então PFL Jovem na Bahia, se aproximou do grupo político de ACM Neto, de quem hoje é vice. 

Em 2010, foi eleito deputado estadual pela primeira vez, sendo reeleito em 2014 com quase 90 mil votos. No ano seguinte, entretanto, assumiu a Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps) de Salvador, na gestão ACM Neto e, em 2019, a Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas.

A campanha ao Palácio Rio Branco foi marcada, inclusive, pela dicotomia entre obras e o cuidado com as pessoas. “Não adianta ter praça se a vida não melhorou” ou “orla bonita se não tem emprego” – foram frases do PT e PCdoB. A resposta da campanha de Bruno foi a exibição de cada vez mais obras, sempre ao lado de seu principal cabo eleitoral, ACM Neto.

Pandemia e desemprego

A aprovação da chapa ACM-Reis se manteve em alta mesmo durante a pandemia do coronavírus, que já contaminou quase 94 mil e matou 2692 pessoas na capital baiana, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde. Atualmente, a média de ocupação de leitos na cidade está em 52%.

Seguindo a tendência nacional, as restrições impostas pela pandemia afetaram os empregos formais em Salvador. Entre março e setembro, a cidade acumula um saldo negativo de 19.750 vagas. Nos últimos meses, entretanto, os dados do CAGED demonstram uma discreta recuperação nas contratações, com um saldo positivo de quase 2 mil vagas em agosto e outras 4 mil em setembro.

(Com informações de Estadão Conteúdo)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.