Acesso de caminhão a Porto de Santos por Anchieta é proibido

O motivo é o incêndio no terminal de combustíveis da empresa Ultracargo, no Alemoa

São Paulo – Caminhões estão proibidos de chegar e sair do Porto de Santos por meio do Sistema Anchieta-Imigrantes.

Em nota, a Secretaria de Portos da Presidência da República, o governo de São Paulo e a Prefeitura de Santos informam que, apesar de o incêndio no terminal de combustíveis da empresa Ultracargo, no Alemoa, estar sob controle, ainda exige “elevado nível de mobilização para ser debelado”.

A Codesp está orientando os terminais portuários para que “os veículos permaneçam em suas origens”.

A Polícia Rodoviária e a Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, farão barreiras de veículos e a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) comunicará os motoristas por meio das placas nas estradas que dão acesso ao porto.

Os caminhões serão retidos no km 40 da Anchieta, no Planalto. Aqueles que se dirigirem à margem esquerda do Porto (Guarujá) terão trânsito livre.

No perímetro municipal, as orientações serão realizadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) da cidade.

“Ao final da segunda-feira (dia 6) será avaliado se essa restrição se prolongará”, diz a nota.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.