Tecnologia

Tencent avança na corrida de IA e cria serviço gerador de deepfake

Criar imagens com alto grau de veracidade ou aproximação ao real tem sido cada vez mais fácil com o avanço da IA

Deepfake: a Tencent oferece cinco estilos para seus humanos digitais (NatalyaBurova/Getty Images)

Deepfake: a Tencent oferece cinco estilos para seus humanos digitais (NatalyaBurova/Getty Images)

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 9 de maio de 2023 às 15h53.

Última atualização em 9 de maio de 2023 às 16h17.

O gigante da tecnologia chinês Tencent entrou na corrida pela inteligência artificial para valer. Seu último anúncio é uma plataforma digital de produção humana de alta definição, um serviço desenvolvido pela companhia que simula um ser humano com aparência super-real. A tecnologia é chamada de deep-fake-as-a-service (DFaaS), ou tecnologia deepfake como serviço.

Segundo o site The Register, para criar um ser humano digital de alta definição é necessário apenas 3 minutos de vídeo e 100 frases faladas, por um valor de US$ 145 (aproximadamente R$ 725). Os humanos digitais podem ficar prontos em 24 horas.

Criar imagens com alto grau de veracidade ou aproximação ao real tem sido cada vez mais fácil com o avanço da IA. No último mês, o papa Francisco teve sua imagem estampada em capas de jornais e redes sociais por supostamente vestir roupas inusitadas, como um casaco branco de inverno. As imagens estáticas repercutiram amplamente por parecerem muito reais. No entanto, a geração de humanos digitais em vídeos ultrarrealistas como o serviço da Tencent é um pouco mais difícil de alcançar.

Tecnologia deepfake da Tencent

A Tencent oferece cinco estilos para seus humanos digitais: 3D realista, 3D semirrealista, desenho animado 3D, pessoa real 2D e desenho animado 2D. É possível personalizar perguntas e respostas para o humano digital, transformando-o em um tipo de chatbot deepfake. Também é possível personalizar tom de voz, entonação e timbre.


Fonte: The register

Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificialChina

Mais de Tecnologia

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

Uber apresenta instabilidade no app nesta sexta-feira

Zuckerberg diz que reação de Trump após ser baleado foi uma das cenas mais incríveis que já viu

Companhias aéreas retomam operações após apagão cibernético

Mais na Exame