Spotify oferece compra de ingressos do Eventbrite a partir do app

O serviço de streaming fechou uma parceria com a empresa de eventos para facilitar a venda de tickets de shows e eventos

São Paulo – Uma parceria entre Spotify e a plataforma de eventos Eventbrite promete tornar mais simples a compra de ingressos para shows e eventos. Agora, a empresa envia notícias sobre turnês via e-mail e mostra informações sobre festivais de música e concertos diretamente no serviço de streaming, bem como facilita a aquisição de tickets a partir de uma aba específica dentro do app.

As recomendações são baseadas nas preferências musicais e na localização do usuário e aparecerão na guia "Shows", localizada dentro dos perfis dos artistas e na aba “Navegar” do aplicativo. O Spotify lançou a ferramenta “Shows” em 2015 e, desde então, envia e-mails sobre datas de turnês com base nos artistas mais ouvidos pelo cliente.

O serviço oferecido pelo Eventbrite no aplicativo do Spotify é similar ao já ofertado pela empresa Songkick, que também faz recomendações de eventos e direciona o usuário para o site onde há a venda de ingressos.

Michel Glezer, diretor de vendas do Eventbrite no Brasil, explica em entrevista a EXAME.com que a principal diferença entre as duas ferramentas é que o Eventbrite reduz uma etapa no processo de compra de tickets. “O Songkick direciona o usuário para o seu site e de lá ele vai para o site de um parceiro. Já nós levamos o cliente diretamente para a página do ingresso.”

A Ticketmaster, outra empresa de venda de ingressos, oferece o mesmo serviço em parceria com o Spotify em outros países, como Inglaterra e Estados Unidos.

Spotify e Eventbrite

Por enquanto, o usuário não pode comprar os tickets diretamente do aplicativo do Spotify, independentemente da empresa que fizer a oferta. Segundo Glezer, a Eventbrite pretende adicionar essa função, mas ainda não há uma data específica para que isso aconteça.

A plataforma de eventos já oferece a compra de ingressos dentro do Facebook em países selecionados, como Estados Unidos e Reino Unido. De acordo com a empresa, o Facebook aumentou em duas vezes a venda de ingressos na plataforma e subiu para mais de 500 mil o número de eventos publicados na rede social desde a integração entre as duas companhias.

O diretor conta que a Eventbrite tem planos de trazer esse serviço para o Brasil. “Lançamos recentemente a ferramenta na Austrália e em outros países da Europa. No Brasil, esperamos que o serviço chegue aos usuários no segundo semestre deste ano.”

Quem ganha com isso

A parceria com o Spotify promete colocar a Eventbrite no mapa dos shows musicais do Brasil. O serviço de listagem de ingressos nada mais é que marketing extra para a companhia atingir mais clientes–afinal, a plataforma de streaming já tem mais de 100 milhões de usuários em todo o mundo.

“Temos investido bastante no mercado de música, principalmente a eletrônica, no Brasil”, conta Glezer. “Sabemos que os mercados de músicas pop e sertanejo são grandes no país. Assim, sem dúvida, esperamos que essa parceria com o Spotify facilite a nossa integração com os colaboradores que oferecem shows nesse meio.”

O portfólio de shows da Eventbrite ainda é limitado no Brasil, comparado a de outras empresas como Livepass e Tickets For Fun. Por isso, são poucos concertos ofertados pela companhia dentro do aplicativo. Em testes realizados por EXAME.com, shows de bandas de música gospel, como Oficina G3 e Rosa de Saron, podem ser adquiridos no Eventbrite a partir do Spotify.

Aliás, para o diretor da Eventbrite, as bandas e artistas também irão se beneficiar com essa parceria. “A oferta de ingressos irá aumentar a demanda de uma parte importante do negócio dos músicos, que é fazer shows.” O Spotify paga os artistas pelos direitos de transmitir as suas músicas e, recentemente, anunciou que irá entregar cerca de dois bilhões de dólares aos músicos nos próximos dois anos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.