Robô preconceituoso soou alerta interno na Microsoft

Com experimento, empresa tomou consciência do nível de importância da ética para a inteligência artificial

Florianópolis – A Microsoft fez um experimento em 2016: colocou uma inteligência artificial no Twitter para que ela aprendesse com os internautas. Em apenas um dia, ela se tornou preconceituosa, falando mal sobre judeus e mexicanos, e isso soou um alerta interno na empresa sobre a importância da ética para essa nova fronteira da tecnologia.

“Isso foi um assombro para nós. Do ponto de vista de tecnologia, o experimento funcionou. Do ponto de vista social, foi uma experiência terrível”, declarou Paula Bellizia, general manager da Microsoft Brasil, durante o evento Data Driven Business, realizado em Florianópolis.

Bellizia diz que o algoritmo aprendeu do meio e que isso é “um pouco do reflexo da sociedade na qual vivemos hoje”. “A questão da ética, do propósito e da visão do impacto do que fazer vai ser mais importante do que nunca. O poder também estará nas mãos das grandes organizações de tecnologia”, afirmou a executiva.

Atualmente, 8 mil cientistas trabalham na área de inteligência artificial da Microsoft.

A tecnologia que a empresa cria não é usada somente para análise interna de dados, em uma plataforma de Big Data, ela já poderá ser aproveitada por desenvolvedores de aplicações para Windows 10 graças à plataforma Windows ML, que será oferecida na próxima atualização do sistema operacional.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.