Rede integra pesquisa em robótica na Holanda

Objetivos principais são reunir áreas do conhecimento envolvidas em robótica, estimular inovação e ampliar a introdução dessa tecnologia na sociedade

São Paulo – A RoboNED é uma rede criada na Holanda para integrar as principais atividades na área de robótica conduzidas no país. Desde seu lançamento, em 2010, a iniciativa tem atuado em três objetivos principais.

O primeiro é reunir as diversas áreas do conhecimento e disciplinas envolvidas em robótica em universidades, institutos de pesquisa e empresas. O segundo é estimular o sistema de inovação na Holanda ao incentivar o desenvolvimento de pesquisas e o terceiro objetivo principal é ampliar a introdução de tecnologias robóticas na sociedade.

A RoboNED tem apoio da NL, a agência de inovação tecnológica do governo holandês, da STW, fundação que atua na transferência de tecnologia de centros científicos e técnicos para a sociedade, e da NWO, a Organização Holandesa para a Pesquisa Científica com a qual a FAPESP mantém um acordo de cooperação.

“A RoboNED não pretende dizer a universidades e a cientistas o que fazer. O que queremos é ajudar a desenvolver a robótica na Holanda por meio do intercâmbio de ideias e da divulgação de resultados de pesquisas”, disse Marteen Steinbuch, professor da Universidade Tecnológica de Eindhoven que representa as universidades e os centros de pesquisa na rede, à Agência FAPESP.

“Trabalhando em conjunto, com a união das mais diversas áreas do conhecimento que estão ou possam vir a estar envolvidas com a robótica, poderemos traçar estratégias e resolver desafios que permitam a introdução de tecnologias que possam ajudar a sociedade”, disse.

Steinbuch conta que a RoboNED criou um banco de dados na internet que reúne informações sobre pesquisas e robótica conduzidas na Holanda. O banco é aberto a qualquer pesquisador no país, que pode inserir informações sobre suas atividades.

A RoboNED também produziu documentos como o Dutch Robotics Inventory, que reuniu as principais atividades no setor na Holanda em 2011, e o Dutch Robotics Strategic Agenda – Analysis, Roadmap & Outlook, lançado em 2012 com a análise do setor e seus principais desafios para os próximos anos.

A RoboNED também realiza encontros entre seus participantes, entre os quais a RoboNED Conference, que teve em maio último sua mais recente edição, com foco particular em projetos em robótica conduzidos em empresas.

De acordo com Steinbuch, a iniciativa considera que a robótica pode ter papel fundamental no futuro da Holanda. Entre as iniciativas pesquisadas no país está o desenvolvimento de inovações para atuar no sistema de saúde: de robôs para realizar cirurgias que não podem ser feitas pela mão humana a outros que ajudem a cuidar de doentes.

Outro setor considerado de grande potencial para a aplicação de inovações em robótica é a agricultura, que na Holanda sofre com falta de mão de obra. Sistemas automatizados para plantio, colheita e distribuição vêm sendo pesquisados com bons resultados em centros como a Universidade de Wageningen.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.