Panasonic aposta em TV com Android para Black Friday

O setor vive um bom momento com o aumento do tempo de consumo diário em alta
 (Panasonic/Divulgação)
(Panasonic/Divulgação)
Por Lucas AgrelaPublicado em 19/11/2020 13:12 | Última atualização em 19/11/2020 13:15Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A japonesa Panasonic aposta na sua nova TV com sistema operacional Android para a Black Friday deste ano. O aparelho tem resolução de imagem 4K (quatro vezes mais do que o Full HD) e obedece a comandos de voz em português por meio do Google Assistente.

Como fica a Bolsa com o lançamento da vacina? Veja agora a análise das melhores empresas para investir hoje. 

As novas TVs da linha HX serão vendidas em dois tamanhos de tela, 55 e 50 polegadas, com preços sugeridos de 3.699 reais e 3.199 reais, respectivamente.

Para promover os produtos poucos dias antes da Black Friday deste ano, que acontece no dia 27 de novembro, a Panasonic exibe os produtos na campanha feita pela Ogilvy Brasil e chamada “Falando com as coisas”, veiculada em emissoras de TV paga. “Estamos atravessando um momento em que as pessoas passam mais tempo em seus lares e necessitam de tecnologias que tornem o seu dia a dia mais inteligente, além de oferecer mais opções de entretenimento”, afirma Fabio Ribeiro, gerente geral de marketing da Panasonic do Brasil.

TV Panasonic 4k

(Panasonic/Divulgação)

As novas TVs chegaram ao mercado em uma boa fase para o setor. Segundo levantamento da Kantar Ibope Media, o tempo de consumo diário de TV está em 7h45 durante 2020, ano em que muitas pessoas passaram a trabalhar de casa por conta do novo coronavírus. A média no começo do ano era de 6h25 por dia.

O mercado de streaming brasileiro também se desenvolveu mais em 2020, com a chegada do Disney+ e com a oferta de canais pagos dentro da assinatura do Globoplay.

A Panasonic busca consolidar seu espaço no mercado de TVs, hoje dominado por Samsung, LG e TCL no Brasil. A rival TCL também vende TVs com o sistema Android, enquanto as concorrentes sul-coreanas apostam em televisores com outros sistemas, respectivamente, Tizen e WebOS. Todos os sistemas têm acesso a aplicativos dedicados de serviços de streaming, como Netflix, Globoplay e Disney+, ou podem espelhar a tela de smartphones para reprodução de filmes e séries.