Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

O que o balanço da Shopify pode contar sobre o futuro do e-commerce

A plataforma que se apresenta como opção barata para vendedores independentes deve mostrar crescimento na receita
A Shopify é, sobretudo, uma ferramenta anti-Amazon (Omar Marques/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
A Shopify é, sobretudo, uma ferramenta anti-Amazon (Omar Marques/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 28/07/2021 às 06:04.

Última atualização em 28/07/2021 às 06:09.

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

A Shopify, que alimenta lojas on-line de 1,7 milhão de comerciantes que vendem diretamente aos consumidores, atingiu recentemente a marca de 200 bilhões de dólares em valor de mercado. Trata-se de um claro sinal de otimismo do mercado sobre sua operação e que deve ser fortalecido com o balanço trimestral apresentado nesta quarta-feira, 28.

Os analistas de mercado preveem que a receita da empresa deve ultrapassar pela primeira vez a marca de 1 bilhão de dólares, um aumento de 47% em relação ao mesmo período do ano passado. O lucro ajustado da Shopify deve cair para 98 centavos de dólar por ação, queda de 7% em relação ao mesmo período do ano passado.

No entanto, a empresa tem o hábito de superar as estimativas — tem feito isso a cada trimestre desde que abriu o capital. E o recente aumento de casos de coronavírus ligados à variante delta está fazendo com que alguns investidores procurem ações que foram bem quando as medidas sanitárias eram mais restritivas, o que é um dos motivos pelos quais a Shopify subiu 7% neste mês, após um aumento de 18% em junho.

O trunfo mais recente da Shopify foi uma parceria com o Google que fortaleceu as lojas hospedadas na plataforma frente aos concorrentes. Com a inteção de se fortalecer como uma ferramente anti-Amazon, no último ano, foram eleminadas taxas dos comerciantes para anunciar no buscador.

Além disso, tornou-se mais fácil colocar fotos de produtos para pequenas lojas do Shopify, trazendo mais pessoas para lojas via página de busca por imagens. A parceria  foi especialmente significativa porque centenas de milhares de pequenas empresas se uniram à plataforma durante a pandemia.

Outra investida do site de e-commerce foi o anúncio de chegará ao mundo de criptoativos. A empresa está fazendo mudanças para permitir que seus clientes possam vender tokens não-fungíveis em blockchain, os chamados NFTs, diretamente em suas lojas online.

Certamente o futuro das vendas online passa por este mercado, e o Shopify, ao menos neste momento, parece estar com um olhar certeiro.