LG lança o K12 Plus, o smartphone da nova era da empresa

Celular chega com processador da MediaTek e recursos de inteligência artificial para combater Moto G7
 (Reprodução/Getty Images/Getty Images)
(Reprodução/Getty Images/Getty Images)
L
Lucas Agrela

Publicado em 29/03/2019 às 05:55.

Última atualização em 29/03/2019 às 05:55.

São Paulo – O K12 Plus chegou nesta semana ao mercado brasileiro, marcando o primeiro lançamento de smartphone da sul-coreana LG em 2019. Ele é o produto com foco no volume de vendas da marca, como foram seus antecessores. Neste ano, após um período conturbado em 2018, marcado pela demora da empresa em trazer seu topo de linha G7 ThinQ ao país, a empresa agora busca uma nova era.

O novo smartphone chega com recursos de inteligência artificial para melhoria de fotos (nas câmeras frontal e traseira), 3 GB de RAM, 32 GB de espaço na memória e um processador intermediário da MediaTek. “O chip MediaTek MT6762 permite oferecer aos smartphones recursos avançados como Inteligência Artificial e processamento com chip de oito núcleos, por um preço acessível", diz, em nota, Samir Vani, gerente-geral da MediaTek no Brasil.

O preço sugerido do produto, agora na fase de lançamento, é de 1.199 reais. Com isso, a LG se posiciona na briga com a linha Moto G7, lançada na mesma faixa de preço, em fevereiro deste ano. O desafio da LG é não só alcançar a segunda colocada Motorola, mas também barra uma nova concorrência que vem por aí. De acordo com a consultoria americana IDC, a LG precisa ser mais agressiva para não perder espaço neste ano, especialmente por conta das chinesas Huawei e Xiaomi no mercado brasileiro.

As apostas da sul-coreana agora estão claras. Construção robusta, inteligência artificial e qualidade sonora devem ser as armas da empresa contra os rivais.

Fizemos três perguntas sobre o novo K12 Plus a Fabrício Habib, gerente geral de produtos de mobile da LG Electronics do Brasil. Confira a seguir.

EXAME: Como o K12 se encaixa na estratégia da LG para 2019 no Brasil?

Fabrício Habib: A estratégia de produto da LG para 2019 está baseada três pilares. O primeiro deles é a resistência militar. O K12 Plus tem uma certificação chamada MIL-STD 810G, criada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos para aparelhos de telecomunicações. O aparelho passou por seis testes intensos de operação em temperaturas altas e baixas, resistência a vibração, umidade e principal choque. O LG K12 Plus passou por 26 quedas a uma altura de 1,22 m.

O segundo ponto importante é o som de cinema 3D com qualquer fone de ouvido. A tecnologia DTS:X 3D, exclusiva da LG, está presente no K12 e estará em todo o nosso portfólio de 2019.

O principal pilar da LG é a inteligência artificial. Ela está nas câmeras, está no aplicativo ThinQ AI, que permite controlar outros aparelhos da LG, e ela está no Google Assistente, o assistente virtual do Google, para o qual o K12 tem uma tecla dedicada para ativação. Queremos que o consumidor tenha a melhor experiência com aplicações de inteligência artificial.

O antecessor segue em produção ou o K12 o substitui?

O antecessor do K12 Plus, o K11 Plus, segue no mercado brasileiro, em paralelo com o novo aparelho. O K12 Plus é uma evolução. O antecessor será descontinuado no final do ano, de uma maneira muito cuidadosa com o K12 Plus, que é o primeiro produto dessa família.

O K12 tem botão dedicado ao Google Assistente. Isso é resultado de uma parceria mais ampla com o Google, que abrange também as TVs da LG?

A tecla dedicada a inteligência artificial é resultado de um acordo mundial entre Google e LG. No Brasil, somos a única marca que tem um atalho assim para o assistente virtual mais utilizado no mundo. Essa parceria é muito proveitosa para as duas empresas.