Tecnologia

Intel compra fabricante de chips programáveis por 16,7 bilhões de dólares

O movimento, segundo analistas, visa assegurar a posição de domínio da Intel no mercado de data centers, que cresce com a expansão da computação em nuvem

cabos (Getty Images)

cabos (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 1 de junho de 2015 às 11h19.

A gigante americana Intel Corp. anunciou a aquisição da fabricante de chips programáveis Altera pelo valor de 16,7 bilhões de dólares. O movimento, segundo analistas, visa assegurar a posição de domínio da Intel no mercado de data centers, que cresce com a expansão da computação em nuvem. 

A Intel vai pagar 54 dólares por ação em dinheiro, de acordo com o anúncio divulgado nesta segunda-feira (1). O valor supera em 11% o preço por ação da Altera negociada na última sexta-feira, e em 56% o valor da ação negociada em 26 de março, antes da possiiblidade da aquisição ser noticiada pela primeira vez.

O negócio pode oferecer a Intel um novo caminho para o negócio de chips voltados para computadores pessoais, que enfrenta um constante declínio. 

"A aquisição vai adicionar aos produtos inovadores da Intel e ao processo de manufatura a tecnologia pioneira de field-programmable gate array", escreveu a Intel em nota sobre a compra. Os chips da Altera podem ser atualizados mesmo depois de vendidos e instalados nas dependências do consumidor. "Essa combinação deve permitir uma nova classe de produtos que se enquadram nas necessidades do consumidores nos segmentos de data center e da Internet das Coisas."

Fonte: Bloomberg

Acompanhe tudo sobre:Data centerEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaINFOIntel

Mais de Tecnologia

Empresas chinesas obtêm primeira licença de demonstração de carros inteligentes sem motorista

Apple vê estagnação nas vendas de iPhone enquanto mercado global de smartphones cresce

TikTok impulsiona crescimento da cultura sul-coreana e alcança R$ 777 bilhões

Google deve comprar empresa de cibersegurança por US$ 23 bilhões, diz WSJ

Mais na Exame